Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Imóvel desaba parcialmente no Bairro Araújo após temporal

Queda aconteceu na madrugada de quinta e deixou duas pessoas desalojadas; alagamentos foram registrados na Zona Norte


Por Gabriel Silva, sob supervisão de Luciane Faquini

13/01/2022 às 15h25- Atualizada 13/01/2022 às 19h02

Uma residência desabou na Rua Álvaro da Silveira, no Bairro Araújo, Zona Norte, na madrugada desta quinta-feira (13). Duas pessoas foram desalojadas, mas ninguém se feriu. A queda aconteceu durante um temporal que atingiu Juiz de Fora na noite de quarta-feira (12) e persistiu durante a madrugada, causando alagamentos em diversos pontos da cidade, sobretudo na Zona Norte.

Na residência do Bairro Araújo, a parte da casa próxima à via pública desabou, sendo que os fundos da residência ainda permanecem erguidos. Quando a Tribuna esteve no local, por volta das 10h, diversos objetos dos moradores ainda estavam na casa, que foi interditada pela Defesa Civil. No local, moram uma mulher, proprietária da casa, e a filha, além de 11 cachorros, que foram encaminhados para um canil do bairro.

Parte da frente desabou, mas fundos da residência ainda permaneceram erguidos (Foto: Fernando Priamo)

A família está no local há quase 37 anos, segundo Marcos Ambrósio, filho da dona do imóvel. A casa já apresentava infiltração nas paredes, o que preocupava os moradores. “Por ter trepadeira nas paredes, ajudou na umidificação das paredes, e a casa veio abaixo”, avalia. “Nós já tínhamos essa preocupação com a casa mas, por falta de condições financeiras, a gente não pôde arrumar”, explica Ambrósio.

LEIA MAIS: Juiz de Fora registra forte tempestade e deixa ruas alagadas

O conteúdo continua após o anúncio
Segundo avaliação da Defesa Civil, há risco iminente de novos colapsos (Foto: Fernando Priamo)

Após a queda, agentes do órgão realizaram uma primeira visita ao local. A Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) informou, na manhã desta quinta (13), que realizou a vistoria do imóvel, e que a Secretaria de Obras está desobstruindo a passagem para o interior da residência.
A intenção da família é pleitear o auxílio moradia, para que consigam alugar outra casa enquanto o imóvel na Rua Álvaro da Silveira permanecer interditado. “Por enquanto, tenho a casa da minha esposa (para receber a irmã e a mãe). No caso, posso levar elas para lá, mas a situação também não é das melhores”, afirma Marcos. “Estamos aguardando para ver o que a Prefeitura vai fazer para ajudar a gente.” Os moradores ainda manifestaram preocupação com a estrutura do restante da residência. “A parede está deitando para o lado da casa do vizinho. O risco é muito grande”, diz Marcos.

A reportagem da Tribuna questionou a Prefeitura sobre a possibilidade de interdição das casas próximas ao imóvel que desabou, além dos serviços de cadastramento das moradoras no programa de auxílio moradia. A assessoria informou que o trâmite do auxílio, em casos emergenciais, é realizado de maneira ágil.

Por meio de nota, a PJF ainda informou que a equipe da Defesa Civil foi acionada de madrugada, esteve no local, fez a avaliação do imóvel que colapsou e realizou a interdição do mesmo pelo risco de novos desabamentos. O órgão retornou ao local e verificou que não era necessário interditar outros imóveis.

LEIA MAIS: Em 13 dias, acumulado de chuvas em JF ultrapassa o esperado para janeiro

A Defesa Civil orientou os moradores a não entrarem no imóvel, pois há risco iminente de novos colapsos.

Tópicos: chuva

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia