Tópicos em alta: eleições 2018 / chuva / polícia

Solução conjunta

Audiência pública convocada pela Câmara pode ser um passo importante para se achar uma saída em torno do impasse que envolve os bairros da Zona Sul da cidade

Por Tribuna

11/07/2018 às 07h00 - Atualizada 11/07/2018 às 07h19

A audiência pública desta quarta-feira, na Câmara Municipal, para tratar da insegurança nos bairros Alto dos Passos e São Mateus é o desdobramento de outras reuniões formuladas pelos vereadores para discutir o mesmo problema, mas a expectativa da comunidade é de que, desta vez, haja uma saída viável para uma demanda que atravessa anos e que ganha contornos expressivos durante eventos, como os jogos da Copa do Mundo. Torcedores de várias regiões se encaminham para a Zona Sul e fazem do local um espaço de confraternização, mas também de confrontos.

E é esse o principal desafio das autoridades. Afastar o público compromete o comércio. Manter os vândalos confirma o drama dos moradores, que, dia após dia, acham suas calçadas e seus jardins minados por objetos de toda sorte e marcados pelo cheiro de urina. Os mijões, como a Tribuna pôde mostrar na edição de terça-feira, são um flagelo que se replica pelas metrópoles. No Rio, foram adotadas multas, mas ainda não foram suficientes para resolver o problema.

O conteúdo continua após o anúncio

Como a praça e as ruas são públicas, impedir a participação coletiva está fora de cogitação, o que manda o debate para outra frente. Como controlar a massa e evitar que o lazer se torne vandalismo? Ademais, há relatos de confrontos entre galeras que levam o medo para os moradores e para os próprios participantes dos eventos. Recentemente, um homem foi baleado dentro do próprio carro em plena luz do dia. Se houvesse reação, haveria o risco de bala perdida para os muitos usuários dos bares e dos restaurantes da região.

Soluções para tais casos nunca são simples, pois a complexidade é múltipla, daí a importância da audiência convocada pelo Legislativo, para dar espaço para autoridades, comunidade e comerciantes apresentarem suas propostas. A discussão, certamente, não vai se encerrar neste evento, mas é possível dar um passo importante para se achar uma saída na qual todos sejam beneficiados.

 

Tópicos:

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail





Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia