Tópicos em alta: eleições 2018 / polícia / outubro rosa

Servidores estaduais da educação fazem protesto contra atrasos de salários

Mobilização foi mantida mesmo após Executivo se comprometer em realizar o pagamento na próxima sexta-feira; outras reivindicações ainda não foram atendidas.

Por Tribuna

16/05/2018 às 10h51 - Atualizada 16/05/2018 às 11h21

Foto: Pedro Capetti

Servidores públicos estaduais de educação realizaram, na manhã desta quarta-feira (16), manifestação contra o parcelamento e o atraso do pagamento dos salários por parte do Governo do Estado. A mobilização aconteceu nas escadarias da Câmara Municipal de Juiz de Fora e teve adesão do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG).

De acordo com a diretora de Comunicação da subsede do Sind-UTE de Juiz de Fora, Yara Aquino, a mobilização foi mantida mesmo após Executivo se comprometer em realizar o pagamento dos salários dos servidores na próxima sexta-feira. “A nossa indignação continua, vai além da data do pagamento. Temos outras reivindicações que não foram atendidas, como abono salarial que não foi pago, o piso que não foi cumprido e as condições do espaço físico das escolas”, exemplifica Yara.

Segundo ela, todas as escolas estaduais da cidade aderiram à paralisação desta quarta. A expectativa é que a suspensão seja mantida até sexta, quando o pagamento está previsto. Além do ato realizado nesta manhã, uma caravana com cerca de 40 servidores viajou para Belo Horizonte para participar da manifestação nos arredores do Palácio da Liberdade, também nesta quarta-feira.

No encontro, a direção regional levou a proposta de retomar a greve dos servidores da educação, suspensa no dia 18 de abril após mais de 40 dias de paralisação. “Já que a greve está suspensa e nós estamos em estado de greve, levamos essa proposta de retomar a greve. Voltamos derrotados e estamos sendo derrotados cada vez mais”

O conteúdo continua após o anúncio

A expectativa do sindicato é que a proposta de retomada da greve seja discutida nesta quarta, durante as mobilizações na capital. Em Juiz de Fora, uma panfletagem está prevista para esta quinta-feira, às 14h, no Calçadão.

 

Pagamento deve ser feito na próxima sexta

Conforme noticiado pela Tribuna, o Governo pagará nesta sexta-feira a primeira parcela do salário dos servidores estaduais. A quitação foi adiada pelo governador Fernando Pimentel (PT), na última sexta (11), para análise de irregularidades em cargos públicos pela Comissão Especial de Apuração após lista divulgada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). Em escala divulgada inicialmente pelas Secretarias de Estado de Fazenda e Planejamento e Gestão, o pagamento estava previsto para esta quarta.

Apenas os servidores da Segurança Pública e os trabalhadores em Saúde vinculados à Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) receberão os vencimentos nesta quarta. Conforme a Assessoria de Relações Sindicais da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão, as próximas parcelas, previstas para os dias 25 e 30 de maio, estão mantidas.

Os critérios para a quitação dos vencimentos seguem os mesmos: servidores com salário de até R$ 3 mil líquidos recebem, integralmente, na primeira parcela; trabalhadores com salário de até R$ 6 mil líquidos recebem uma parcela de R$ 3 mil, e, o restante, na segunda parcela; já funcionários públicos com salário acima de R$ 6 mil líquidos recebem R$ 3 mil na primeira parcela, R$ 3 mil na segunda, e, o restante, na terceira parcela.

Tópicos:

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail





Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia