Tópicos em alta: coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

PJF autoriza uso de vagas em estacionamento para extensão de bares

Em razão da pandemia, espaços existentes em vias públicas, que estejam localizados em frente aos estabelecimentos, poderão ser usados


Por Tribuna

15/10/2021 às 17h45- Atualizada 15/10/2021 às 17h49

Por meio da Nota Técnica do Juiz de Fora Viva, a Prefeitura de Juiz de Fora autorizou bares, restaurantes, lanchonetes e hotéis em todas as regiões da cidade a utilizarem as vagas de estacionamento existentes em vias públicas, que estejam localizadas em frente aos estabelecimentos, para a colocação de mesas e cadeiras. O uso, no entanto, está condicionado às disposições definidas pelo documento, que destaca o caráter temporário da extensão das calçadas. Inicialmente, as atividades nesse modelo estão permitidas até o dia 31 de janeiro de 2022. Porém, a data poderá ser ampliada, caso seja necessário manter as medidas de controle em virtude da pandemia.

A intenção, segundo a Prefeitura, é promover o uso do espaço público de forma democrátic com o reforço da atenção às normas sanitárias de biossegurança. Para isso, é reforçado que o espaço limítrofe entre o estabelecimento e a instalação deve ser respeitado, para que não impeça a passagem das pessoas e de veículos.

O conteúdo continua após o anúncio

O município ainda ressalta que as vagas de estacionamento próximas aos food trucks e beer trucks que estejam autorizados a se instalar também precisam ser avaliadas e devem ser aprovadas, desde que não coincidam com os empreendimentos previstos pela medida.

O objetivo da autorização, conforme o Executivo, é incentivar a retomada das atividades do setor econômico no âmbito do município, garantindo a manutenção das medidas de distanciamento do programa de enfrentamento à Covid-19.

Tópicos: coronavírus

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia