Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Moradores rejeitam mesas de bar em calçadas após horário limite

Abrasel quer ampliar horário de mesas para 1h às terças e quartas-feiras e para às 2h nas quintas-feiras, sextas-feiras, sábados e véspera de feriados


Por Daniela Arbex

11/12/2018 às 19h59

Durante encontro, moradores manifestaram desconfiança em relação à proposta

A tentativa da Associação de Bares e Restaurantes da Zona da Mata (Abrasel) de estender para a madrugada a permanência de mesas e cadeiras de bar nas calçadas da Rua Dom Viçoso, no Bairro Alto dos Passos, não foi bem recebida pelos moradores da área. Em reunião realizada no início da noite de segunda-feira (10) entre a entidade e representantes da Associação dos Moradores do bairro, a comunidade foi enfática: não pretende ceder aos argumentos de queda na receita dos restaurantes e demissões provocadas, segundo a Abrasel, pela queda do movimento.

O conteúdo continua após o anúncio

Atualmente, o horário limite de retirada de mesas e cadeiras é meia noite. A proposta apresentada pela Abrasel para a Prefeitura é que o horário seja alterado para 1h às terças e quartas-feiras e para às 2h nas quintas-feiras, sextas-feiras, sábados e véspera de feriados. Em reunião anterior com o prefeito Antônio Almas (PSDB) e o secretário de Atividades Urbanas, Eduardo Pompeiano Facio, a questão foi discutida. Na ocasião, Almas ponderou que a comunidade local deveria ser ouvida.

No encontro da última segunda-feira (10), realizado na Casa da Bênção, no Alto dos Passos, a presidente da Associação de Moradores, Rita de Cássia Guimarães Pipa, colocou o assunto em debate, abrindo espaço para o diálogo. Mas o clima era de desconfiança em relação à proposta. “O que a Abrasel tem feito em relação aos estabelecimentos que causam transtornos? Como os moradores poderiam aceitar essa concessão sabendo de seu viés econômico e da falta de preocupação com a saúde física e psicológica de quem reside na área? Como podemos ser permissivos se o quadro de fiscais da Prefeitura está cada vez mais defasado?”, questionaram durante o encontro que contou com a participação dos vereadores José Márcio (Garotinho, PV) e Adriano Miranda (PHS).

Os comentários nas postagens e os conteúdos dos colunistas não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir comentários que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia