Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Covid-19: Saúde e Anvisa atualizam critérios para doação de sangue

Com a nova decisão, foram alterados os prazos e os critérios de inaptidão dos doadores


Por Agência Estado

25/01/2022 às 19h53

O Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária atualizaram nesta terça-feira (25) os critérios técnicos para a doação de sangue, que haviam sido revistos em março de 2020, por causa do risco de infecção pela Covid-19. Com a nova decisão, foram alterados os prazos e os critérios de inaptidão a serem aplicados no momento da seleção de candidatos.

Os potenciais doadores com diagnóstico ou suspeita de coronavírus e que apresentaram sintomas da doença, mesmo nos casos leves ou moderados, só poderão doar sangue após um período de 10 dias após recuperação da doença. Antes, eram 14 dias. Também serão consideradas inaptas as pessoas que apresentarem teste diagnóstico positivo para Sars-CoV-2, mesmo que sejam assintomáticas. Aqui, o período de proibição é de 10 dias após a data da coleta do exame.

O conteúdo continua após o anúncio

Na atualização, foi retirado ainda o critério de inaptidão para doação de pessoas que tenham se deslocado ou que sejam procedentes de países com casos de Covid.

Doações

Além dos requisitos determinados por causa da pandemia de covid-19, para doar sangue, é preciso apresentar um documento oficial com foto; ter idade entre 16 e 69 anos; estar em boas condições de saúde; pesar no mínimo 50 kg; e não ter feito uso de bebida alcoólica nas últimas 12 horas.

Tópicos: coronavírus

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia