Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Táxis correm aos postos, mas serviço não está comprometido

Motoristas que trabalham com aplicativo, todavia, projetam impacto negativo em 40% da frota


Por Tribuna

23/05/2018 às 15h40- Atualizada 23/05/2018 às 17h07

Foto: Marcelo Ribeiro

O presidente eleito do Sindicato dos Taxistas, José Moreira de Paula, disse que, por enquanto, o serviço de táxi na cidade não está afetado, mas que, desde cedo, a orientação nos grupos de WhatsApp da categoria é que garantam o abastecimento nos postos, em função do risco de o combustível acabar. “Hoje temos pouquíssimos táxis a gás em Juiz de Fora. A frota, em sua maioria, utiliza álcool e gasolina. Por isso está havendo uma correria aos postos. Sem combustível, não temos como trabalhar.”

Já o vice-presidente da Associação dos Motoristas de Aplicativos de Juiz de Fora (Amoaplic/JF), Sóstenes Josué, afirma que os problemas no abastecimento já afetam cerca de 40% dos veículos desse setor. “Tem muito carro parando ou por falta de combustível, por não ter conseguido abastecer, ou pelo preço que já está a gasolina, de achar inviável rodar com esses valores”, afirma.

O conteúdo continua após o anúncio

Sóstenes acredita que, caso a situação persista, o número de carros afetados poderá chegar a 80% em toda a cidade. “Só não vai atingir tudo porque existe muito carro rodando com gás”, afirma. A associação avalia a possibilidade de realizar manifestação contra o preço dos combustíveis ainda nesta quarta-feira. Há a possibilidade de uma ação conjunta com os motoboys, no Centro da cidade.

LEIA MAIS:

Dia da Liberdade de Impostos mantido

Mesmo com as dificuldades de abastecimento nos postos da cidade, o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado de Minas Gerais (Minaspetro) garantiu nesta quarta que o movimento de abastecimento simbólico – com preços sem incidência de impostos – de 40 carros e 25 motos, está mantido. A ação faz parte do Dia da Liberdade de Impostos. Em Juiz de Fora, a iniciativa acontece no Posto Padre Café, a partir das 8h. O valor praticado para a gasolina será de R$ 2,355 o litro.

Os comentários nas postagens e os conteúdos dos colunistas não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir comentários que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia