Tópicos em alta: polícia / CPI dos ônibus / bolsonaro

Miss Plus Size: 20 candidatas desfilam neste sábado no Ritz Hotel

Mais do que uma competição, o concurso tem objetivo de mostrar e valorizar as diferentes belezas

Por Júlio Black

12/04/2019 às 19h56- Atualizada 12/04/2019 às 23h19

Algumas candidatas que desfilam nos trajes casual, banho e gala (Foto: Marcelo Ribeiro)

Sabe aquele lance de que “a beleza está nos olhos de quem vê”? Pois a beleza também está nos olhos de quem se vê, seja no espelho ou na confiança de estar bem consigo mesma – e que por conta disso vai para a passarela para tentar ser eleita a mais bela de todas. Organizada pelo Movimento Plus, a primeira edição do Miss Plus Size de Juiz de Fora acontece neste sábado (13), às 19h, no Ritz Plaza Hotel. Mais do que uma competição, o concurso tem o objetivo de mostrar e valorizar a beleza particular de cada pessoa.

Lais Machado, organizadora do evento com Danielle Alves e Jéssica Mendes, conta que a cidade chegou a ter um concurso do gênero em 2013, mas que posteriormente não vingou. Desta vez, elas foram procuradas pelas responsáveis do Miss Plus Size Minas Gerais para fazer uma competição local para apresentar uma candidata para a edição estadual. “Nós fomos procuradas por conta das atividades do Movimento Plus, e aceitamos o desafio”, diz Lais.

Com o apoio de patrocinadores que “compraram” a iniciativa, foi questão de abrir as inscrições. Das 30 que se mostraram interessadas, 20 poderão participar do concurso, que tem entre uma de suas exigências que as candidatas usem, no mínimo, manequim 44.

A princípio, as diferenças entre o Miss Plus Size Juiz de Fora e outros concursos do gênero são poucas. A principal delas é não haver fases eliminatórias, com todas as candidatas participando até o final, quando serão reveladas as três primeiras colocadas. Elas irão desfilar com os trajes casual, banho e gala. Entre os quesitos que definirão a Miss Plus Size estão fotogenia, simpatia, passarela, elegância e beleza. Além da revelação das três primeiras colocadas, também será escolhida a Miss Simpatia, numa eleição feita pelas concorrentes.

O conteúdo continua após o anúncio

Autoestima

“Nosso maior foco no Movimento Plus é a autoestima, pois geralmente as pessoas acreditam no que a mídia impõe, de que ser gorda é feio, e por isso muitas desanimam, ficam largadas; nosso intuito maior é tirar isso da cabeça delas. Se a pessoa quiser emagrecer nós apoiamos, mas ela precisa entender que pode ser gorda e bonita”, reforça Lais.

Para Lais Machado, o concurso pode ajudar a sociedade a repensar a questão dos atuais padrões de beleza, ainda que atualmente o preconceito seja menos – mas ainda existente. “Temos lojas plus size abrindo, mas um concurso desse influencia empresas e pessoas. Espero que as pessoas encarem de outra forma o termo plus size, não vejam o fato de ser gordo ou ser chamado de gordo como um xingamento. Queremos mostrar que o que está fora do padrão também é bonito e merece ser aplaudido, esperamos um dia termos um concurso com belezas diferentes.”

A mudança, pelo menos, parece que já pode ser vista nas candidatas. “Uma delas falou que não usava calça jeans há anos, pois depois que se tornou mãe engordou muito. Mas um dos trajes do concurso é camisa branca e calça jeans, então ela teve que experimentar numa loja e gostou, se sentiu bonita.”

MISS PLUS SIZE JUIZ DE FORA

Neste sábado (13), às 19h, no Ritz Plaza Hotel (Avenida Barão do Rio Branco 2.000 – Centro)

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia