Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Festival É tudo criança oferece mais de 40 filmes

Além das sessões, a segunda edição do evento, que acontecerá a partir da próxima segunda, trará cinejornais, bate-papos e uma oficina de história em quadrinhos


Por Tribuna

06/06/2021 às 07h00

A segunda edição do festival “É tudo criança” levará, a partir desta segunda-feira (7), gratuita e remotamente, mais de 40 produções audiovisuais ao público infantil. A seleção reúne filmes de todo o Brasil, do Mato Grosso do Sul a Alagoas, do Amazonas ao Paraná. A programação, que se estende até a próxima sexta (11), oferecerá ainda cinejornais diários, bate-papos, webinários e uma oficina de história em quadrinhos. A sessão de abertura exibirá, às 18h, “Menino Maluquinho – O filme” (1995). A obra, baseada em personagem homônimo de Ziraldo, foi dirigida por Helvécio Ratton. Ele, inclusive, participará de um webinário logo antes da sessão, às 16h, com o curador Arthur Fiel, cujo tema será “Cinema maluquinho”.

Os 41 produtos audiovisuais são distribuídos ao longo da programação em quatro mostras. A “Infâncias plurais” é a principal. Reúne a maioria dos filmes, mas também porque há várias infâncias retratadas nas narrativas dos títulos escolhidos conforme o ambiente em que estão inseridas. A mostra “Criança faz cinema”, por sua vez, tem seis filmes, todos criados em contextos educativos. A “Sabiá”, também com seis, propõe discutir a natureza. E, por fim, a mostra “Minas Gerais”, como o próprio nome sugere, reflete sobre o território e o ser mineiro, sem estereótipos. A sessão de encerramento trará, na sexta, às 17h, o inédito “Dentro da caixinha – Segredo de criança”. O filme, dirigido por Guilherme Reis, é um musical infantil. A programação completa, os horários, assim como os próprios filmes, podem ser acessados no site festivaletudocrianca.com.br.

O conteúdo continua após o anúncio

A programação ainda terá diariamente outras atividades. Os webinários, por exemplo, acontecerão entre segunda e sexta-feira, exceção feita apenas à quinta-feira (10). Além da abertura com Helvécio Ratton na segunda, haverá, na terça, a discussão “Infâncias locais e plurais: especialidades e vivências estéticas’’. O bate-papo reunirá o professor da Faculdade de Educação da UFF Jader Janer e Raquel Santiago, professora da rede básica de ensino de Leopoldina. Já na quarta, o tema será “Arte-educação: crianças fazendo cinema”. Mediada pela curadora Paula Duarte, a discussão terá ainda Beatriz Lindenberg (Instituto Marlin Azul), Louise Ribeiro e Vitória Campos (ambas do Instituto Querô) e Paula Accioly (Casa Amarela da Providência). Na sexta, a professora do Centro Pedagógico da UFMG Liana Lobo Baptista e o professor da Faculdade de Educação da UFJF Maximiliano Valerio Lopez debaterão “Escola e cinema: o audiovisual como produtor de presença”. Todos os webinários acontecerão às 16h e serão transmitidos pelo Facebook e pelo YouTube do festival.

Além disso, entre segunda e sexta-feira, a programação terá, sempre às 17h, o cinejornal chamado “Na mídia”, realizado no Instagram (@festivaletudocrianca). A oficina de história em quadrinhos, por sua vez, acontecerá na terça (8) e será ministrada por Renatta Barbosa, no YouTube. O “É tudo criança” ainda oferecerá, na quarta, às 17h, a sessão especial “Janela animada”, com animações produzidas pelo grupo de experimentação em animação homônimo. O projeto é de extensão do Núcleo de Produção Audiovisual da UFES. Já na quinta, às 16h, todos os curadores, ou seja, Arthur Fiel, Francine Rodrigues, Igor Barbosa, Lorena Bicchieri e Paula Duarte, se reunirão para um bate-papo em transmissão no Facebook e no YouTube. O festival é coordenado e produzido por Iano Almeida Oliveira e foi contemplado pelos recursos da Lei Aldir Blanc estadual.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia