Tópicos em alta: coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Apenas 65 pessoas foram imunizadas com o reforço da Coronavac neste sábado

PJF ainda não informou quando será retomado o calendário de vacinação da primeira dose


Por Sandra Zanella

31/07/2021 às 14h01

A movimentação em busca da segunda dose da vacina Coronavac foi tranquila, na manhã deste sábado (31), quando a aplicação ficou restrita ao PAM-Marechal, no Centro de Juiz de Fora, no horário das 8h ao meio-dia e exclusivamente para o reforço desse imunizante. O balanço da Secretaria de Saúde aponta que apenas 65 pessoas foram vacinadas nesta data. A Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) ainda não informou quando será retomado o calendário de vacinação da primeira dose, interrompido na última quinta-feira, por causa do atraso na entrega de novos imunizantes.

A secretária Amanda Mazzo, 33 anos, foi uma das pessoas que aproveitou o sábado ensolarado para completar o cartão, mesmo com as baixas temperaturas. “Foi muito tranquilo, não peguei fila alguma, cheguei e já fui vacinada”, contou ela, com a alegria de quem está duplamente imunizada. Amanda compareceu ao posto por volta das 9h30. “Até esperava um pouco de fila, mas foi muito rápido, me surpreendi.”

Depois de tomar a segunda dose, a secretária Amanda Mazzo defendeu a importância de todos os adultos tomarem a vacina. (Foto: Jéssica Pereira)

 

O conteúdo continua após o anúncio

A secretária havia recebido a primeira dose da Coronavac durante a chamada xepa, no dia 3 de julho, no Departamento de Saúde do Idoso, no Bairro Granbery. “Trabalho ali pertinho e sempre fiquei de olho, até que consegui a dose remanescente.” A segunda aplicação foi marcada em seu cartão exatamente para este sábado, completando um intervalo de 28 dias.

A secretária lembrou a importância de todos os adultos tomarem a vacina, inclusive a segunda dose, recomendada no caso dos imunizantes Coronavac, AstraZeneca e Pfizer. “Eu acho que ainda existe um preconceito e resistência da população, principalmente em relação à Coronavac. Mas vacina boa é aquela aplicada no nosso braço, o importante é se vacinar com a que estiver disponível. Temos que pensar no coletivo, não no individual, porque assim nos protegemos e também a quem está ao nosso redor.”

Nova remessa

Mesmo com a entrega programada de 16.192 doses de imunizantes na última sexta – divididos entre 6.722 para primeira dose e 9.470 para segunda dose -, a PJF informou que a nova remessa “não permitirá o retorno do calendário de vacinação da primeira dose”.

Na próxima segunda, será feita a contagem do material para conferência e planejamento. A Prefeitura destacou que, mesmo com a interrupção da primeira dose, está garantida a aplicação da segunda dose dentro da data prevista de retorno para cada um.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia