Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / chuva / blogs e colunas / obituário / polícia

Comerciante idealiza entrega de quentinhas a caminhoneiros na BR-040

Ação solidária teve apoio das polícias Civil e Rodoviária Federal; intenção é ampliar rede de colaboração

Por Gabriel Silva, estagiário sob supervisão do editor Wendell Guiducci

30/03/2020 às 13h46- Atualizada 30/03/2020 às 20h04

Representantes da Polícia Rodoviária Federal, sociedade civil e Polícia Civil estão na ação (Foto: Arquivo pessoal)

“Os caminhoneiros são heróis”, resume o comerciante Guilherme Salim ao justificar a ação solidária de apoio aos profissionais que seguem trabalhando mesmo em meio à pandemia de coronavírus. Nesta segunda-feira (30), iniciativa do comerciante, amplificada pelas colaborações de amigos, familiares, da Polícia Civil e da Polícia Rodoviária Federal (PRF), distribuíram 50 marmitas a motoristas que transitaram pelo km 766 da BR-040. A ideia dos juiz-foranos é iniciar uma rede de colaboração que pode se estender por mais tempo, dependendo do envolvimento de outras pessoas interessadas em colaborar.

A entrega solidária foi pensada por Guilherme de forma a auxiliar os motoristas que estão na linha de frente em dias de apreensão pela Covid-19, mas enfrentam problemas para manter a rotina de viagens. “Os caminhoneiros chegaram a ameaçar a parar, porque tem posto de gasolina e restaurante de beira de estrada fechando”, afirma o comerciante, que se movimentou para auxiliar os motoristas, arquitetando a liberação das polícias e conseguindo aporte financeiro de amigos e do pai, além de empregar dinheiro próprio para aquisição das 50 quentinhas que foram distribuídas nesta segunda.

Guilherme entrega quentinha a um dos caminhoneiros (Foto: Arquivo pessoal)

Durante a distribuição, Guilherme teve o apoio de dois amigos e das polícias, que auxiliaram na parada dos caminhões na beira da estrada para evitar a criação de pequenas aglomerações. Com o envolvimento de colaboradores comovidos pela atitude solidária, o comerciante já planeja estender a ação. “Serão três dias, sendo 50 quentinhas por dia. Já tenho R$ 600 de doações de amigos que parabenizaram e ajudaram. Tomou uma proporção maior do que eu imaginava”, destaca.

O conteúdo continua após o anúncio

Disponibilidade da Polícia Rodoviária Federal

A iniciativa do comerciante Guilherme Salim não foi a única apoiada pela Polícia Rodoviária Federal de Minas Gerais. No domingo (29), a PRF apoiou entrega de marmitas a motoristas em Muriaé, e vários postos da corporação foram disponibilizados para apoio e doação de suprimentos e materiais de higiene a partir desta segunda-feira. Na Zona da Mata, além do posto nas proximidades de Juiz de Fora, o de Leopoldina também está disponível para recolhimento.

Segundo o policial rodoviário federal Leonardo Fácio, a disponibilização dos postos da PRF ocorre em parceria da Polícia com o Sest Senat e o Projeto Guardiões da Estrada, também tendo em vista as restrições de atendimento dos pontos de apoio comumente utilizados pelos caminhoneiros. “Eles (caminhoneiros) têm facilidade para abastecer, mas a questão de alimentação e de higiene pessoal está um pouco prejudicada neste momento”, analisa Fácio. Os kits com alimentação e materiais de higiene, além dos demais produtos doados, são distribuídos diariamente nas estradas com o apoio de agentes da PRF.

Interessados em realizar doações ou tirar dúvidas sobre as ações podem entrar em contato com a Polícia Rodoviária Federal pelo telefone 191.

Tópicos: coronavírus



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia