Tópicos em alta: polícia / chuva

Invasores deixam frase de ameaça em escola municipal no Parque das Águas

Frase “todas vai morre” foi escrita com letras que estavam afixadas em uma parede do colégio. Invasores levaram celular, quatro facas e chave do portão

Por Tribuna

23/10/2017 às 13h50- Atualizada 23/10/2017 às 17h32

Diretor da escola mostra que alguns papeis foram jogados no chão durante a invasão (Foto: Olavo Prazeres)

A Escola Municipal Jovita de Montreuil Brandão, localizada no Bairro Parque das Águas, Zona Norte de Juiz de Fora, foi invadida e furtada durante o último final de semana. Durante a prática dos crimes, os invasores ainda usaram letras de papel para escrever “todas vai morre” em uma parede da escola. O diretor da instituição de ensino, Ricardo Barros Vieira, acredita que os suspeitos entraram pelos basculantes da secretaria, que estão danificados há algum tempo. Foram levados um celular, quatro facas da cozinha e uma chave do portão principal. Além disso, foram espalhados alguns papéis pelo chão da secretaria.

O conteúdo continua após o anúncio
Foto: Olavo Prazeres

O diretor disse que nada do colégio foi danificado. Sobre a frase deixada em uma das paredes, ele considera que “é coisa de criança” e não há preocupação. “Nem nos armários da secretaria mexeram. Tínhamos vigia aqui, mas, desde o início deste mês, a Prefeitura tirou”, comentou. A Tribuna fez contato com a Secretaria de Educação para saber a previsão de reparo do basculante e esclarecer também sobre a saída do vigia. Em nota, a pasta informou que todas as escolas da rede municipal possuem sistemas de segurança eletrônico, esclarecendo que, das 102 unidades, apenas sete possuíam vigia. Ainda de acordo com o documento, “a reorganização foi necessária em função de ajustes financeiros realizados pela Prefeitura de Juiz de Fora. A vigilância das 7 escolas não era armada, e os casos mais complexos devem ser tratados pela Polícia Militar”. Quanto à situação da Escola Municipal Jovita de Montreuil Brandão, a Secretaria de Educação afirmou que o pedido de recolocação do vidro já foi autorizado, bem como a instalação de grades, mas não informou a data em que serão feitos os reparos.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia