Tópicos em alta: tiroteio entre polícias / polícia / enem 2018

Jovem é contido com pistola de choque após agredir companheira

Rapaz teria tentado enforcar a mulher e estava com cortes na mão e no pé

Por Sandra Zanella

14/09/2018 às 15h25- Atualizada 14/09/2018 às 15h28

Um homem de 23 anos precisou ser contido por policiais militares com pistola de choque após tentar enforcar a companheira, 21. O caso de violência doméstica aconteceu na noite de quinta-feira (13), no Bairro Santo Antônio, Zona Sudeste de Juiz de Fora. De acordo com informações da PM, o suspeito teria agredido a vítima por ciúmes e apresentava cortes na mão e no pé direitos. A jovem disse aos policiais que o rapaz teria se machucado sozinho. O casal morava junto há seis meses.

Quando os militares chegaram ao local, o suspeito estava com intenso sangramento, mas resistiu à voz de prisão, “sendo necessário o uso diferenciado da força e também da pistola de emissão de impulsos elétricos, para quebrar sua resistência”. O homem foi algemado e levado para ser medicado no HPS, sendo constatada ruptura do tendão no quinto dedo da mão direita.

O conteúdo continua após o anúncio

O paciente seria encaminhado para internação e procedimento cirúrgico. No entanto, conforme a PM, ele assinou termo de desistência, informando possuir plano de saúde, optando por realizar a cirurgia em um hospital particular. Já a vítima estava com escoriações no pescoço, sendo medicada e liberada.

Um cabo da PM mobilizado na ocorrência também precisou ser atendido pela equipe de risco biológico por ter se ferido durante a prisão do suspeito, entrando em contato direto com o sangue dele. Ao deixar o HPS, o suspeito foi levado para a 1ª Delegacia Regional, em Santa Terezinha. O caso será investigado.

Tópicos: violência

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia