Tópicos em alta: coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Homem com tornozeleira eletrônica é preso com drogas pela Polícia Civil

Conforme a Polícia Civil, suspeito, que havia sido solto há três meses, voltou ao tráfico


Por Regina Campos

13/09/2021 às 17h21- Atualizada 13/09/2021 às 19h00

Ação foi realizada na Avenida Getúlio Vargas, no Centro de Juiz de Fora (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

A Policia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Combate ao Narcotráfico, realizou a prisão de um homem, de 32 anos, na tarde desta segunda-feira (13). Durante a ação, realizada na Avenida Getúlio Vargas, no Centro, foram aprendidos cerca de 1kg de cocaína pura, aproximadamente 700g de mistura para render a cocaína (ácido bórico e cafeína), quase 300g de haxixe, cerca de 250g de maconha, centenas de pinos de cocaína e duas balanças de precisão.

O conteúdo continua após o anúncio

Conforme o delegado Rafael Gomes, titular da especializada, o suspeito cumpriu pena de cinco anos, em regime fechado, pelo crime de tráfico de drogas. Ele havia deixado o sistema prisional há cinco meses, fazendo uso de tornozeleira eletrônica. O homem vinha sendo investigado desde sua saída da prisão. “Ele fazia uso de seu apartamento residencial, situado na Avenida Getúlio Vargas, com uma visão privilegiada para acompanhar, inclusive, viaturas policiais, para realizar o armazenamento, a mistura e a venda das drogas. Logo, para Justiça, ele estava em sua residência cumprindo sua pena, porém, estava realizando a venda de drogas”, afirmou o delegado.

O suspeito foi encaminhado ao sistema prisional.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia