Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

PJF realiza limpeza nas ruas do Bairro Industrial após inundação

Sujeira e mau cheiro deixados nas vias após a água baixar ainda causam transtornos


Por Mariana Floriano, sob supervisão da editora Rafaela Carvalho

12/01/2022 às 16h14- Atualizada 12/01/2022 às 19h23

Após uma trégua da chuva, a água que inundou as ruas do Bairro Industrial, na Zona Norte de Juiz de Fora, começou a secar. Entretanto, o mau cheiro provocado pela lama e pelos lixos que ficaram expostos nas vias ainda causam transtornos aos moradores. Durante esta quarta-feira, a equipe do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (Demlurb) da Prefeitura de Juiz de Fora esteve no local para realizar o serviço de limpeza das ruas.

Ruas ainda apresentavam muita lama e sujeita nesta terça-feira (Foto: Juliana Netto)

André Guarino, morador da Rua Henrique Simões, uma das mais atingidas pelas cheias foi um dos moradores que se mobilizou para limpar a entrada de sua casa também nesta quarta. Ele lamentou que a limpeza completa por parte da Prefeitura ainda não tenha sido feita. “Eles costumam mandar o caminhão pipa para jogar uma água aqui na rua, mas até agora nada”, afirmou à Tribuna por volta das 16h.

Segundo o morador do bairro, Erik Wagner Ferreira, após a inundação, as ruas ficaram muito sujas, e o mau cheiro invadiu as residências. “Quando a água escoa, lamas e lixos ficam na rua, o que deixa o ambiente muito insalubre, com um cheiro ruim, além de escorregadio e perigoso. Por isso, fazer a limpeza é muito bom e importante”, disse Erik.

O conteúdo continua após o anúncio
Equipe do Demlurb esteve na região fazendo limpeza das vias (Foto: Fernando Priamo)

De acordo com Erik, os moradores da Rua Cônego Roussin não contabilizaram muitos prejuízos materiais, mas há o incômodo com relação à limpeza. “Entrou água na minha garagem, mas nós já tínhamos tirado os carros. Estamos acostumados a subir os móveis para o andar de cima como prevenção, já que essa situação acontece todo ano. Mas houve muitos transtornos de trânsito, lixos e lama nas ruas”, lamentou o morador.

De acordo com o Demlurb, o horário de trabalho das equipes vai das 7h até o fim da tarde, por volta das 17h. No entanto, de acordo com moradores, durante o dia, carros da Prefeitura estiveram no local para retirar a maior parte da sujeira, mas, por volta das 16h30, o restante da limpeza ainda não tinha sido realizada. Questionada pela Tribuna, a pasta ainda informou que não há como ter previsões de quando a limpeza será finalizada, pois é preciso que não chova para que os trabalhos sejam concluídos. Na quinta-feira, a equipe voltará às ruas para continuar com as obras e a lavagem das vias.

Acesso Norte

Na manhã desta quarta, a Prefeitura informou que não havia mais alagamento no Acesso Norte, mas afirmou que o pavimento da via sofreu danos e que seria necessário atuar no local com uma operação tapa-buracos para sanar o problema. Além disso, uma operação de limpeza também estava programada, ação que foi registrada pela Tribuna durante a tarde no bairro. Em função disso, o tráfego de veículos foi novamente interditado. A previsão é de liberação da via nesta quinta-feira.

Tópicos: chuva

Os comentários nas postagens e os conteúdos dos colunistas não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir comentários que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia