Tópicos em alta: tiroteio entre polícias / polícia / enem 2018

Mais de 60 UBS vão ampliar atendimento a homens este mês

Ações darão ênfase a prevenção e diagnóstico do câncer de próstata, mas campanha dará orientação para outras doenças masculinas

Por Carolina Leonel

08/11/2018 às 07h00- Atualizada 08/11/2018 às 09h11

Com o início do mês de novembro, o rosa do outubro dá lugar ao azul, com o início da campanha de conscientização para doenças masculinas — com ênfase na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer de próstata —, o Novembro Azul.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de próstata é a segunda maior causa de morte pela doença em homens no Brasil, com um índice de quase 14 mil mortes por ano, segundo o último levantamento da entidade. Para 2018, conforme o instituto, são estimados cerca de 68 mil novos casos — quase 10 mil casos a mais do que a ocorrência do câncer de mama em mulheres.

A baixa procura por atendimento e cuidados com a saúde pode ser uma justificativa para a falha na prevenção e no diagnóstico precoce. Segundo o plano da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem, ao contrário das mulheres, o público masculino não busca os serviços de atenção básica. Estudos comparativos indicam ainda que homens são mais vulneráveis a doenças, sobretudo às enfermidades graves e crônicas.

Portanto, durante todo o mês, a Secretaria de Saúde vai ampliar as ações voltadas ao cuidado integral da saúde homem, nas 63 Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Durante o Novembro Azul, os espaços de convivência, salas de espera e grupos de combate aos fatores de risco das unidades terão ações voltadas para o combate à hipertensão, à diabetes e ao tabagismo, além de estimularem os hábitos saudáveis de alimentação e a prática de atividades físicas. Algumas UBSs terão horários especiais de funcionamento (ver quadro), para facilitar o acesso do público-alvo.

Para o subsecretário de Atenção Primária à Saúde, Thiago Horta, “essa sinalização é desafio e reforça a ideia de que é necessário atuar com ações mais abrangentes, trabalhando com a cultura da prevenção”.

O conteúdo continua após o anúncio

HU/UFJF e Maternidade farão exames de toque em 20 unidades

Por meio de parceria entre a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) e os hospitais Universitário/UFJF e Maternidade Therezinha de Jesus, 20 unidades foram sorteadas e receberão um médico urologista para a realização do toque retal na própria unidade, em horário específico para os pacientes que tiverem indicação. Além disso, durante a visita, o profissional ainda capacitará a equipe para realização do procedimento durante o ano.

Segundo o médico Humberto Elias Lopes, chefe do Serviço de Urologia do HU/UFJF, médicos, residentes e acadêmicos de medicina farão uma avaliação urológica por meio do exame físico, e, dependendo do caso, o exame PSA — sigla em inglês para Antígenos Específicos da Próstata — será solicitado de forma complementar ao paciente. “A parceira vai viabilizar o atendimento de 100 homens. Aqueles que tiverem alterações serão encaminhamos para avaliação complementar secundária. O Novembro Azul é uma oportunidade de o homem se conscientizar e, principalmente, se atentar para os cuidados que deve ter durante todo o ano em relação a outras doenças como hipertensão e diabetes”, ressalta.

Conforme o médico, o rastreamento da doença em fase inicial é “de extrema importância uma vez que estudos mostram que há redução de 20% a 30% do número de mortes quando comparados a pacientes sintomáticos, ou seja, pacientes que não fizeram o rastreamento da doença. Portanto, o Novembro Azul é uma oportunidade para os homens terem acesso a um serviço especializado. A família e a mídia tem um papel importante em quebrar o preconceito dos pacientes em relação ao exame de próstata.”

O exame de rastreamento do câncer de próstata é preconizado pelo Ministério da Saúde para homens com histórico familiar a partir de 45 anos, e para os demais, a partir dos 50.

Oncológico e Instituto Clínico ampliam consultas para pacientes diagnosticados

Como parte da programação especial para o Novembro Azul, a Fundação Instituto Clínico e o Instituto Oncológico de Juiz de Fora também irão disponibilizar consultas para homens que já têm o diagnóstico de câncer de próstata. De acordo com a assistente social da unidade, Joselaine Aparecida Silva de Paula, os pacientes que já possuem o diagnóstico e estão aguardando tratamento devem ligar para o hospital no número 3690-8070 ou 3690-8000. Os atendimentos a este público serão feitos nos dias 12, 19, 21, 26 e 30 de novembro, a partir das 13h. Além disso, na sexta-feira, dia 30, haverá um bate-papo com a equipe multiprofissional da unidade (psicologia, serviço social e nutrição) sobre a prevenção ao câncer de próstata.

Laço azul
O laço azul, símbolo da campanha de conscientização da saúde do homem e prevenção contra o câncer de próstata, é uma marca para alertar e informar a população sobre a doença. É um apelo visual que lança luz para o diagnóstico precoce e demonstra apoio à causa. Por isso, do início ao fim deste mês, assim como durante o Outubro Rosa, a Tribuna trará o laço azul na capa do jornal em apoio à campanha do Novembro Azul.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail





Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia