Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / chuva / polícia / obituário

AMPAR/CIMPAR facilita a vida de pequenos produtores

PUBLIEDITORIAL

Selo do Serviço de Inspeção Municipal – SIM dá direito a pequenos produtores de comercializar artigos de origem animal e trabalhar na legalidade

Por AMPAR/CIMPAR - Zona da Mata

04/01/2021 às 07h00

Apesar de muitos produtores rurais quererem trabalhar na legalidade, poucos sabem como fazê-lo. Para descomplicar as burocracias e mostrar a importância da regularização, a AMPAR/CIMPAR Zona da Mata desenvolve um projeto para facilitar e fomentar a aquisição do selo de qualidade (SIM) a trabalhadores do campo. Uma sigla pequena que gera muitos benefícios.

AMPAR/CIMPAR facilita a vida de pequenos produtoresO Serviço de Inspeção Municipal (SIM) tem por objetivo garantir a qualidade dos gêneros alimentícios de origem animal (carnes, peixes, ovos, leite, mel e seus derivados), que chegam até a mesa do consumidor. Com a certificação SIM, os produtos têm aceitação em estabelecimentos comerciais formais e também no mercado institucional, como o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), assim como abre a possibilidade de participar de licitações. A AMPAR/CIMPAR Zona da Mata realizou uma conquista histórica ao se cadastrar no Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal. Ele permite a comercialização de produtos nos municípios consorciados. Após a equivalência, o produtos passam a ser comercializados em qualquer lugar do Brasil

AMPAR/CIMPAR facilita a vida de pequenos produtoresServiço gratuito a produtores

O Serviço de Inspeção Municipal Zona da Mata foi criado diante da dificuldade de manter a atividade de forma individual. Os custos para os associados são muito inferiores. Os produtores, contudo, são isentos desde que sua cidade faça parte da AMPAR/CIMPAR.

Por meio do consórcio, a equipe consegue atender vários municípios, tornando o serviço acessível e eficaz. “Nós temos como foco ajudar o produtor. Trabalhamos com a metodologia baseada na conscientização e na educação. Antes de cobrar, temos que ensinar, e, por isso, apresentamos o que é, porque aderir e quais os benefícios”, explica o técnico agropecuário do programa Matheus Marçal.

Educar o produtor garante lucratividade

AMPAR/CIMPAR facilita a vida de pequenos produtores

No imaginário popular, a maioria dos órgãos de inspeção são vistos como punitivos. Por isso, a equipe do SIM entende a necessidade de mudar essa realidade e tem desenvolvido um trabalho que conta cada vez mais com cidades consorciadas. O serviço respeita a realidade do município, tendo, prioritariamente, caráter educacional.

Para isso, é necessário seguir algumas etapas, que vão desde a apresentação do projeto às autoridades a orientação sobre adequações. “Após a abertura do processo, uma equipe de inspeção irá até a empresa. É feita uma vistoria detalhada e, durante o processo de regularização, outros documentos podem ser solicitados”, explica a veterinária Amanda Teixeira, também responsável pelo programa. Ela acrescenta que o prazo para aquisição do selo varia de acordo com a realidade de cada propriedade.

Segurança ao produtor, ao consumidor e ao mercado

O benefício da certificação atinge todo mundo. Além do aumento nas vendas e na credibilidade, a implantação do SIM garante vantagens como produtos com maior valor agregado, alimentos livres de zoonoses e toxinfecções, combate ao comércio de produtos clandestinos, proteção à saúde e preservação do meio ambiente.

Para o comprador, há segurança que não perderá a mercadoria por falta de notas. Para o produtor, abre a possibilidade de inserção em mercados institucionais, assim como participação em licitações, sem ficar se esquivando de fiscalizações sob o risco de prejuízo com multas e outras sanções. O consumidor também sai ganhando. Ele tem a garantia de que está levando para casa alimentos de qualidade, assim como a certeza do seu papel na engrenagem econômica local. A conta é simples: quanto mais se produz, mais se vende, e mais aumenta a geração de emprego e renda.

O SIM AMPAR/CIMPAR Zona da Mata atualmente possui 17 municípios associados, com 90 produtores cadastrados e cerca de 65 produtores assistidos, com média de 200 visitas por ano.

Leia também: AMPAR/CIMPAR fortalece cidades da Zona da Mata

Para ser um associado
Acesse: www.ampar-mg.org/como-se-associar/

 





Desenvolvido por Grupo Emedia