Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / chuva / blogs e colunas / obituário / polícia

Ervália e Aracitaba estão isoladas após as chuvas

Acessos aos municípios foram comprometidos com aberturas de crateras, respectivamente, na AMG-0520 e na MGC-356

Por Leticya Bernadete e Michele Meireles (colaborou Gabriel Ferreira Borges)

13/02/2020 às 11h31- Atualizada 13/02/2020 às 15h21

Em Aracitaba, município com dois mil habitantes, distante cerca de 100 quilômetros de Juiz de Fora, o acesso para Oliveira Fortes está comprometido após as fortes chuvas registradas a partir de quarta-feira (12). Na madrugada desta quinta, parte da AMG-0520 cedeu e uma cratera se abriu na pista. Por esta razão, a cidade está isolada.

O aposentado Silvério Dimas, 54 anos, disse que a cratera fica cerca de oito quilômetros distante da entrada da cidade. Além disso, a chuva fez com que buracos e valetas se abrissem ao longo da pista. Porém, segundo ele, a situação apenas se agravou nesta madrugada, pois o problema já existia. “Tem cerca de quatro meses que a gente vem alertando que isso ia acontecer, a estrada já estava ruim. Foi total negligência do Poder Público. Essa época todos sabem que é de chuva. Por qual motivo não fizeram nada antes?”, questionou.

O morador disse que a principal preocupação é com o serviço de saúde. O único posto médico amanheceu fechado, já que o médico mora fora da cidade e não teve como chegar. Além disso, moradores que fazem tratamento de saúde em outras cidades, como Santos Dumont, não conseguirão sair.

Intervenções para abrir acesso alternativo

O chefe de gabinete da Prefeitura de Aracitaba, José Pedro Souza, informou que a Prefeitura está trabalhando desde as primeiras horas da manhã desta quinta para abrir um acesso entre Paiva e o município. “Muitas barreiras caíram nesta estrada. A máquina da Prefeitura está no local, fazendo a retirada destes obstáculos, mas o mau tempo está prejudicando o trabalho. A previsão é de que hoje ainda seja concluído, para que tenhamos ao menos uma forma emergencial de sair daqui”, comentou.

Segundo José Pedro, a principal preocupação é com os doentes que precisam de atendimento médico em outros municípios. “Há moradores aqui em tratamento de câncer e hemodiálise, que não podem ficar sem acesso a isso. Vamos ver ser há possibilidade de abrir uma passagem na estrada, mesmo que pequena, apenas para que passe um veículo de emergência”, disse.

Veículos estão impedidos de passar na estrada de acesso à Aracitaba (Foto: Tiago Cantarino

Ele confirmou que o buraco na estrada começou a se abrir há cerca de três meses. “Esse buraco foi aumentando, e nós estamos pedindo ajuda desde então. Mandamos ofício para Ubá, fomos a Belo Horizonte para pedir socorro, mas nos informaram que outras estradas do estado, mais importantes e movimentadas, precisavam de ajuda antes que nós, que só depois iriam arrumar aqui”, destacou.

O conteúdo continua após o anúncio

A Tribuna aguarda retorno do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/MG).

Ervália está isolada

O prefeito de Ervália, Eloísio de Castro, afirmou que a cidade ficou totalmente isolada por conta das fortes chuvas da últimas horas. Segundo ele, no início do ano, uma cratera se abriu na MGC-356 e interditou totalmente o trecho que liga o município a Coimbra. Porém, um novo rompimento de barreira teria interditado outro ponto da via. “Não temos saída nem para Coimbra e Viçosa, nem para Muriaé. Hoje, nem passando pela estrada de chão não consegue sair de Ervália”, afirmou, em entrevista à rádio CBN Juiz de Fora.

LEIA MAIS:

A cidade teve vários pontos de alagamento devido ao alto volume de chuvas. “De meia-noite até agora, choveu mais ou menos 170 milímetros”, disse o prefeito. Muitos moradores tiveram perda de itens materiais, mas não houve vítimas. Conforme Eloísio, o município decretou estado de calamidade pública e a suspensão do calendário letivo da rede municipal entre esta quinta e sexta-feira.

Com a situação, a comunidade pode ficar, inclusive, desabastecida. “Hoje, se alguém passar mal dentro de Ervália, por conta de uma emergência, não tem o que fazer. Não tem como sair da cidade. Não tem jeito de entregar nada (suprimentos).” A Polícia Militar Rodoviária (PMR) confirmou, à Tribuna, a ocorrência da nova interdição na MGC-356. O bloqueio teria sido causado por um alagamento na via.

MGC-356 fica interditada por conta de alagamento na via (Foto: Reprodução/Polícia Militar Rodoviária)

 

Tópicos: chuva



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia