Tópicos em alta: cartas a jf / sergio moro / dengue / polícia

Cartas a JF: Agradecimento a uma cidade

Por Tribuna

17/05/2019 às 06h24

Minha amada Juiz de Fora,

Vêm à minha memória, como lufadas de ar fresco, as mais maravilhosas recordações dos anos em que vivi nesta cidade. Ao considerar momentos tão marcantes de minha vida, posso dizer que você é, em grande parte, responsável por meu crescimento profissional e meu amadurecimento pessoal.

Quão incríveis são os amigos que conheci e mantenho nesta cidade, muitos deles que viviam nas mesmas condições que eu, longe de suas famílias, outros aí nascidos, que comigo compartilhavam sorrisos, segredos, abraços, um afeto sem igual. Dos colegas do Mestrado e também os da Redação, os mais maravilhosos encontros.

Ah, Juiz de Fora, quantos foram os momentos desafiadores em que, por meio desta Tribuna, eu me colocava de pronto em busca da informação. Quantas foram as pessoas que entrevistei, quantos temas tive a oportunidade de abordar e também quantas perguntas ácidas me propunha a fazer às fontes das minhas reportagens. Era um trabalho instigante.

Também marcantes eram as manifestações políticas que eu me punha a percorrer a pé suas ruas, reportando em tempo real a ação de seus integrantes, contribuindo para escrever um pouco de sua história no jornal, enquanto sentíamos o reflexo das turbulências pelas quais o país passava, provocadas por um processo de ruptura institucional.

A cada dia vivido nesta cidade, sentia o amadurecimento e a independência como elementos caros, que justificavam a minha permanência por aí. Mas gritava dentro de mim a ausência de dois elementos significativos que poderiam me satisfazer por completo: minha família e minha Entre Rios de Minas. De modo algum, poderia compartilhar da mesma dor de Drummond, restringindo minha terra natal a uma fotografia na parede. Senti a necessidade de voltar e assim o fiz.

O conteúdo continua após o anúncio

LEIA MAIS:

Mas não escondo, nem de mim, nem de ninguém, o quanto fui feliz aí, Juiz de Fora. No aconchego da Princesa de Minas, compartilhando dos melhores abraços e sorrisos, guardando comigo este precioso tempo, o qual não hei de esquecer. Pelos seus 169 anos, Parabéns. E muito obrigado por tudo o que me proporcionou.

Eduardo Maia
Jornalista e gerente geral de varejo
Repórter da Tribuna de Minas entre 2015 e 2017. Morou em Juiz de Fora de 2013 a 2017

————————————————————————————————————————————————————-

Participe:

Quer participar do projeto? Basta escrever sua cartinha no formato descrito e enviar para [email protected] ou para o WhatsApp (32) 99975-2627 – porque as cartas, como outras formas de comunicação e linguagens, também foram transformadas pela tecnologia.(Ah! Se quiser mandar um vídeo de até 30 segundos, em formato horizontal, se declarando a JF, será um sucesso, fique à vontade!).

 

Tópicos: cartas a jf

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia