Tópicos em alta: cartas a jf / onça-pintada / dengue / polícia

Cartas a JF: Juiz de Fora são muitas cidades

Por Tribuna

16/05/2019 às 06h32- Atualizada 16/05/2019 às 20h35

4 minutos atrasado

Sem porque nem porém, fiz o meu caminho passar por aqui. Nunca tinha pisado em Juiz de Fora, mas a Panorama já tinha adiantado tanta coisa, que eu até era íntimo de alguns lugares.

No primeiro dia, fiquei estacionado no Parque Halfeld. O lugar de onde eu venho é só um cadinho de cidade, então fui procurar uma árvore para me estabilizar. Estava bastante zonzo. Tinha visto de perto toda a Independência, o famoso e chiquérrimo calçadão da Halfeld, o famoso e badalado Santa Cruz Shopping e a sede do imbatível e movedor de massas Tupi. Todos os meus heróis de televisão se misturavam aos muitos rostos nos muitos ônibus nas muitas ruas onde passavam muitos carros, onde se ouvia muitas músicas.

LEIA MAIS:

Depois de seis anos, o sentimento é o mesmo, porque Juiz de Fora se apresenta até que rápido. Acontece que é rotina por aqui a surpresa óbvia de ser um monte de coisa colocada sobre seus monumentos. Acontece que Juiz de Fora é ainda Rio de Janeiro, São Paulo, Espírito Santo e mais um monte de gente que veio ver pra crer colocado sobre o mesmo chão.

O conteúdo continua após o anúncio

É fácil sentir amor por Juiz de Fora. Só não tem quem conheceu errado porque oh: tem tanto jeito de gostar daqui quanto é grande a quase-maior-avenida-quase-reta do mundo.

Túlio Mattos
Poeta

————————————————————————————————————————————————————-

Participe:

Quer participar do projeto? Basta escrever sua cartinha no formato descrito e enviar para [email protected] ou para o WhatsApp (32) 99975-2627 – porque as cartas, como outras formas de comunicação e linguagens, também foram transformadas pela tecnologia.(Ah! Se quiser mandar um vídeo de até 30 segundos, em formato horizontal, se declarando a JF, será um sucesso, fique à vontade!).

 

Tópicos: cartas a jf

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia