Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Represa João Penido atinge 100% da capacidade, e excesso de água é extravasado

Segundo Cesama, vazão não impacta significativamente o volume de água no Paraibuna; impacto seria de 1,6%


Por Mariana Floriano, sob supervisão da editora Rafaela Carvalho

11/01/2022 às 20h03- Atualizada 11/01/2022 às 20h06

Na noite desta terça-feira, a Cesama informou que, devido ao grande volume de chuva nos últimos dias, duas barragens de Juiz de Fora atingiram suas capacidades máximas: as represas de João Penido e de São Pedro. No entanto, a companhia reforça que não há qualquer risco, e continua realizando o monitoramento diário das represas sob sua administração, incluindo a de Chapéu d’Uvas, que não atingiu a totalidade.

No caso de João Penido, o excesso de água tem sido despejado no Rio Paraibuna. O procedimento é recomendado no caso de a represa atingir a capacidade máxima, momento em que a empresa utiliza o extravasor, dispositivo de segurança que escoa o excesso de água para um córrego que deságua no Paraibuna. Em nota, a Cesama afirmou que essa vazão não impacta significativamente o volume de água já presente na calha do rio, e informou que a estimativa média é que esse impacto seja de 1,6%.

O conteúdo continua após o anúncio
Segundo a Cesama, extravasor escoa o excesso de água para um córrego que deságua no Paraibuna (Foto: Fernando Priamo)

Na barragem de São Pedro, o volume de água das últimas precipitações também fez com que a represa atingisse a capacidade total de armazenamento. No entanto, a Cesama também afirmou que não há nenhum risco.

Já em Chapéu d’Uvas, a companhia afirma que tem mantido a vazão mínima permitida, no intuito de reter a quantidade de água que chega ao Rio Paraibuna. Ainda conforme a Cesama, a medida é possível, pois o nível da água está em 71,2% de acumulação, considerado controlado.

Visita de vereadores
Nesta quarta-feira (12), às 9h30, vereadores da Câmara Municipal de Juiz de Fora farão uma visita nas represas de São Pedro e João Penido. O intuito é ouvir a Cesama sobre as condições de segurança das estruturas.

Tópicos: chuva

Os comentários nas postagens e os conteúdos dos colunistas não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir comentários que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia