Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

‘Quintal de casa’: gostinho de sexta-feira à noite

Mafê, proprietária do Vizú, ensina receita da pizza agridoce que leva o nome do bar


Por Cecília Itaborahy, estagiária sob supervisão de Wendell Guiducci

23/04/2021 às 07h00

pizza
Vizú, bar de Juiz de Fora, renovou a forma de comer pizza na cidade
Mafê é proprietária do bar, mas acaba fazendo de tudo, inclusive as pizzas

Os bares de Juiz de Fora acabam por registrar o momento pelo qual os jovens passam. São eles que movimentam as noites da cidade e inauguram novos hábitos. Por exemplo, comer pizza em pé enquanto bebe um drink pode parecer um tanto inusitado, mas foi isso que o Vizú (@vizuzim)instaurou no coração noturno da cidade. Com os bares ainda fechados, impossibilitando o badalo de sexta-feira para sábado, a solução é levar a boemia para casa. Para ficar ainda mais divertido, a solução pode ser criar a boemia e fazer o próprio movimento, com os comes e bebes. Já que hoje é sexta-feira, convidamos a Mafê, sócia do Vizú, para ensinar uma receita da pizza feita no fogão a lenha por lá. O drink, por outro lado, fica a critério do freguês.

Mafê conta que a ideia era “descomplicar o rolê de comer uma pizza” e transformar isso “em um ambiente bem quintal de casa”, onde as pessoas, independente de onde estivessem, fossem visualizadas – daí, inclusive, que surgiu o nome. “E a ideia inicial veio do buraco que eu percebia que Juiz de Fora tinha em não ter muita opção de bares de modelos menores, independentes e alternativos na cena. Um bar mais descompromissado e ponto de encontro”, comenta ela que, além de ser proprietária do Vizú, faz de tudo por lá.

As possibilidades de uma pizza mais “urbana” surgiu depois de analisar como isso acontecia em São Paulo e no Rio de Janeiro. Mafê viu, nessas cidades, que a massa tem alguns toques diferentes e que, apesar de ser “cortada em quatro pedaços e inteira”, as pessoas comem em pé mesmo. Definido isso, os sabores foram surgindo depois, além das já tradicionais, conforme as vivências e os movimentos foram acontecendo – seja de uma maneira mais romântica, como essa que ensinamos hoje, ou depois de uma ressaca, como outra disponível no cardápio, e por aí vai.

Por causa da pandemia e notando a necessidade do “um ajuda o outro”, Mafê também foi ver como os estabelecimentos estão sobrevivendo ao período de quarentena nas outras cidades. Com isso, idealizou o #SupportJufasBar, com a participação de vários bares de Juiz de Fora, criando pratos em conjunto e até revendendo alguns produtos. Em cada época, uma colaboração entre eles é lançada. E aí, basta ficar de olho nas redes sociais para experimentar e apoiar a cena noturna da cidade.

O conteúdo continua após o anúncio

A pizza escolhida pela Mafê leva o nome do Vizú. Apesar de aquele ponto e o sabor de carvão só serem possíveis de chegar perto se tiver um fogão a lenha em casa, a junção dos ingredientes faz com que a pizza, ainda assim, seja especial e tenha o gostinho das noites movimentadas de sexta-feira no São Mateus. A massa de lá, inclusive, é feita para o fogão a lenha, por isso, por enquanto, a dica é ou comprar uma massa de pizza pronta ou, então, tirar do baú o caderno de receita da família e botar a mão na massa, literalmente.

Pizza Vizú

Por Mafê

Ingredientes
225g de massa de pizza
1 colher de sobremesa de creme de leite fresco
100g de queijo mozarela
55g de queijo brie
geleia de pimenta e parmesão à vontade

Modo de preparo
Em uma bancada, polvilhe farinha e abra a massa de pizza. Deixe-a em um tamanho médio de 22cm a 25cm de diâmetro e comece a cobrir. Coloque primeiro o creme de leite fresco, em seguida a mozarela e os pedaços de brie em cima. Leve ao forno numa temperatura de 350°. Ao observar que a pizza dourou em cima, retire do forno e finalize com a geleia de pimenta e o parmesão ralado.

Leia também: Sem segredo: cheesecake para o fim de semana

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia