Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Aprenda a fazer terrine de nuts

Através do Pestô, Adilson Junior conseguiu unir suas duas paixões: comunicação e gastronomia; para apresentar isso, ele ensina a receita de uma terrine de nuts


Por Cecília Itaborahy, sob supervisão de Marcos Araújo

08/05/2022 às 07h00

(Foto: Adilson Junior/Divulgação)
Adilson Junior apresenta seu trabalho através da terrine de nuts (Foto: Adilson Junior/Divulgação)

Adilson Junior deu jeito de unir as duas coisas que mais gosta: comunicação e cozinha. Mesmo que uma tenha vindo primeiro que a outra, é, para ele, impossível escolher entre uma dessas duas áreas. Ter feito primeiro um curso de Comunicação e, depois, Gastronomia só aconteceu pela ordem da vida. “Eu caí nas duas áreas porque fui chamado mesmo. E, de certa forma, cozinha é comunicação”. Ele defende essa ideia porque, por ser tímido, sempre viu no ato de cozinhar uma forma de demonstrar afeto, e isso é, também, comunicar-se.

Mesmo atuando na cozinha do Café Central, foi com a criação da Pestô que ele conseguiu unir comunicação e gastronomia. Por ser um empreendimento próprio, as facetas das duas áreas se mostram ainda mais evidentes, já que, além de tudo, o contato com o público se intensificou. Depois de passar por uma experiência em Angra dos Reis, na abertura de um restaurante, quando voltou a Juiz de Fora decidiu que era hora de ter um negócio seu. Ele sempre teve memória afetuosa com o molho pesto: um chef ensinando pela TV o marcou, e isso se intensificou depois de uma amiga fazer para ele pela primeira vez. Com o tempo, o interesse foi sendo aumentado, até a criação da Pestô. “O molho virou mesmo uma paixão”, ele fala.

O negócio de Adilson ainda é digital: ele vende principalmente pelas redes sociais. E a base de tudo é o manjericão e as ervas frescas, com sabor e afeto. “Eu gosto de possibilitar a criação de boas memórias através do alimento.” A proposta dele é apresentar o pesto de várias formas. Uma delas é com a terrine. Ele acredita que essa é uma boa forma de apresentar seu trabalho e, por isso, decidiu ensinar essa receita aos leitores da Tribuna.

O conteúdo continua após o anúncio

Terrine de nuts

Por Adilson Junior

Ingredientes:
Azeite
Cream cheese
Requeijão cremoso (tipo catupiry)
Nuts quebradas (nozes e castanhas do pará e de caju)
molho pestô de hortelã
alho e tomate confitados
sal e tempero

Modo de preparo:
Em um recipiente você vai misturar, em partes iguais, o cream cheese e o requeijão cremoso. Logo após, acrescente as nuts levemente quebradas em pedaços irregulares e tempere a gosto até virar um tipo de pasta bem homogênea. Uma dica é regar com um fio de azeite para dar uma textura um pouco mais cremosa. Depois é só fazer um rolinho com a terrine em um papel filme e levar no freezer por 30 minutos. Depois de retirar da geladeira, coloque o molho pestô em cima e decore com os tomatinhos e alhos confitados. Você pode servir em uma tábua ou em um prato. Pode, ainda, servir os três preparos – terrine, molho pestô e confitados – separados e acompanhados de umas torradinhas.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia