Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Plataforma do Governo de MG permite agendamento da vacinação

Ferramenta, entretanto, só poderá ser utilizada nos municípios que aderirem ao serviço e para a população já elegível para receber as doses


Por Carolina Leonel

14/05/2021 às 08h37- Atualizada 14/05/2021 às 17h43

O Governo de Minas Gerais vai disponibilizar aos municípios mineiros uma plataforma gratuita dentro do aplicativo Saúde Digital MG que visa a facilitar a aplicação da vacina contra Covid-19 no estado. A novidade foi anunciada em entrevista coletiva à imprensa concedida pelo secretário de Estado de Saúde Fábio Baccheretti, que também anunciou a chegada de mais 630 mil doses de vacina e falou sobre a expectativa de vacinar todos os mineiros com mais de 18 anos ainda em 2021.

O conteúdo continua após o anúncio

O objetivo do lançamento da plataforma, segundo o secretário, é permitir ao cidadão fazer o agendamento do dia, local e hora para receber a vacina. Aos municípios caberá informar a quantidade de doses disponíveis e os pontos de vacinação na cidade, evitando, assim, a formação de filas nos locais de imunização. Por meio do aplicativo, conforme Baccheretti, as informações sobre a vacinação no estado poderão ser repassadas de forma simultânea ao Ministério da Saúde.

Segundo o secretário, o aplicativo Saúde Digital já é usado para dar suporte aos pacientes com Covid-19, e a funcionalidade da vacinação será disponibilizada até 18 de maio para adesão dos municípios. Quem aderir terá até 21 deste mês para cadastrar os pontos de vacinação na cidade, ficando disponível para consulta e agendamento da população a partir do dia 24. Conforme o Governo, caso o cidadão não esteja na especificação do público-alvo de vacinação naquele momento, não será possível realizar o agendamento.

Tópicos: vacina

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia