Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Com hat-trick de Thiago André, Tupi faz 3 a 0 no Aymorés

Partida no Estádio Municipal pela 4ª rodada do Módulo II do Mineiro foi marcada por primeiro tempo dominante do Carijó


Por Bruno Kaehler

21/07/2021 às 13h04- Atualizada 21/07/2021 às 13h07

Com atuação soberana nos 45 minutos iniciais, o Tupi superou o Aymorés por 3 a 0 nesta quarta-feira (21), no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio. A partida que abriu a quarta rodada do Módulo II do Campeonato Mineiro teve atuação de gala do atacante Thiago André, autor dos três gols do Carijó, todos ainda no primeiro tempo. O duelo também foi marcado por elevado número de faltas e cartões, com três expulsões: do zagueiro Douglas, do Galo, e do meia Stefano, do time ubaense, antes do intervalo, e do meia Vitinho, aos 3 minutos da segunda etapa, também pela equipe visitante.

O resultado levou o Alvinegro de Santa Terezinha aos 6 pontos, parcialmente na 4ª colocação, enquanto o Aymorés permanece em 10º com 2 pontos. O Galo volta a campo já no próximo sábado (24), quando visita o Democrata-SL na Arena do Jacaré, às 15h. Já o representante de Ubá tem compromisso em Muriaé, contra o Nacional, no mesmo dia, às 15h30.

Atacante Thiago André comemora um dos gols marcados sobre o Aymorés (Foto: Guilherme Pannain/Assessoria P2)

Surpresas na escalação

O técnico Rafael Novaes já seria obrigado a promover mudança na meta carijó, visto que o goleiro Victor Hugo estava suspenso, expulso na última rodada. Esio foi o escolhido para a vaga. No entanto, o comandante promoveu as entradas do zagueiro Douglas, do meio-campista Matheus Rezende e do atacante Thiago André nas vagas de Luís Octávio, Júlio Cezar e Sávio.

O Galo atuou com Esio; Adson, Douglas, Adalberto (Victor) e Élder; Izaias, Albert e Matheus Rezende (Kassinho); Thiago André (Luís Octávio), Esquerdinha e Renan Amorim (Júlio Cézar). Do lado visitante, Bruno Barros mandou o Aymorés a campo com Alyson; Marlon, Samuel, Paulo Roberto (Caio Felipe) e Lucas Grossi (Tatá); Denilson, Vitinho e Stefano; Wisley (Bambam), Pedrinho e Jeferson (Rodrigo José).

Primeiro tempo para não esquecer

Se nas duas últimas rodadas o Tupi sofreu gols nos primeiros lances dos jogos, a arma nesta quarta-feira passou a aliada alvinegra. Logo aos 2 minutos, Renan Amorim serviu o lateral-direito Adson em ultrapassagem pela direita que cruzou por baixo, na segunda trave. Surpresa na escalação, Thiago André se desvencilhou de zagueiro e finalizou para o fundo das redes, com placar aberto: Tupi 1 a 0.

O conteúdo continua após o anúncio

Aos 7, o destro Renan Amorim desperdiçou chance de ampliar com a canhota em chute defendido por Alyson. Mas dez minutos depois, o artilheiro do dia reapareceu. Thiago André recebeu passe espetacular de Albert, de trás do meio-campo, e, antes da meia-lua, deu toque rasteiro no seu canto direito e deslocou o goleiro que saiu para fechar o ângulo sem sucesso.

Mas o Carijó não parou. Pelo contrário, o melhor estava por vir e merecia a presença de público para aplaudir o protagonista do dia. Aos 33, após rebatida da zaga ubaense na área, a bola foi na direção de Thiago André, novamente atrás da meia-lua, que dominou no peito e, sem deixar cair, emendou chute no canto esquerdo de Alyson em um dos gols mais bonitos da história recente do Galo no Estádio Municipal.

Thiago André exibe o número três após pintura no hat-trick em JF (Foto: Guilherme Pannain/Assessoria P2)

Substituições e expulsões

Antes mesmo do término do primeiro tempo, Bruno Barros já sacou o lateral-esquerdo Lucas Grossi, amarelado, atleta do setor mais explorado pelo Tupi até então. Aos 45, quando o jogo parecia controlado até mesmo no aspecto disciplinar, o árbitro André Luiz Bento ouviu um dos auxiliares sobre um entrevero entre o zagueiro carijó Douglas e o meia do Aymorés, Stefano e optou por expulsar ambos.

Na volta do intervalo, Thiago André foi o escolhido por Rafael Novaes para deixar o gramado na necessidade de recompor a linha defensiva. O zagueiro Luís Octávio substituiu o autor dos três gols. E logo aos 3 minutos, outro cartão vermelho. O camisa 8 ubaense, Vitinho, acertou o lateral-esquerdo Élder com uma tesoura próximo à linha de fundo do campo de ataque carijó e recebeu a punição máxima do árbitro, deixando o Aymorés com 9 atletas em campo.

Com elevado número de faltas, o segundo tempo prosseguiu sem ameaças às metas até os 20 minutos, quando Izaias recebeu lançamento preciso de Élder e tentou encobrir o goleiro, mas com toque mal direcionado. Rafael Novaes promoveu mais mudanças, com entradas de Kassinho, Júlio Cézar e Victor. Os dois primeiros, meia e atacante, ainda tiveram oportunidades de ampliar a vantagem em Juiz de Fora, mas o placar se manteve em 3 a 0, com a segunda vitória do Tupi consolidada no Módulo II.

 

Tópicos: Módulo II / tupi

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia