Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Por liderança e sem Estádio Municipal, Tupi enfrenta o VEC neste domingo

Partida será na Arena Unimed, em São João del-Rei; técnico Ademir Fonseca lamenta a falta da presença dos torcedores e também não contará com atacante Muller Fernandes


Por Davi Sampaio, estagiário sob a supervisão do editor Bruno Kaehler

14/05/2022 às 13h00

Invicto há três rodadas – só perdeu na estreia, contra o Ipatinga – o Tupi pode assumir a primeira colocação do Módulo II do Campeonato Mineiro neste domingo (15), à depender de derrota ou empate de Betim e Boa Esporte, que atuam depois do Carijó. A equipe juiz-forana enfrenta o VEC, atual nono colocado, às 10h30, na Arena Unimed, em São João del-Rei. Apesar de possuir o mando de campo, o Carijó está impedido de sediar o jogo no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, alugado para a realização da Festa Country.

Após marcar presença no jogo contra o Aymorés, a torcida carijó não poderá assistir ao time de perto, já que a partida será com portões fechados. Para o técnico Ademir Fonseca, o prejuízo de jogar em outro local como mandante não se limita ao costume dos jogadores com o gramado. “Vai fazer muita falta a presença do torcedor. Mas já que temos que passar por isso, vamos encarar e não ficar lamentando. Não tenho informações sobre o estádio lá, mas se foi liberado, deve estar em boas condições”, acredita o treinador.

Suspensão de Muller e novidades

Um dos destaques da equipe até o momento, o centroavante Muller Fernandes recebeu o terceiro cartão amarelo na última partida, contra o Aymorés, e desfalca a equipe de Santa Terezinha neste domingo. Com isso, a tendência, pelo que indicou o treinador alvinegro, é a de que o jovem Pedro Vitor, de 22 anos e 1,90m, seja o escolhido para a vaga.

“O Pedro Vitor está em condições, testamos outros atletas também, para que caso aconteça algum problema, não sejamos surpreendidos. Mas acredito muito que o escolhido para ir à campo vai render o suficiente para nos ajudar”, revela Ademir Fonseca à Tribuna.

O conteúdo continua após o anúncio

Quem pode aparecer no time é o lateral-esquerdo Romarinho. Contratado ainda na pré-temporada, ele foi regularizado apenas na última sexta-feira e passa a disputar posição com Elder.

Também com os desfalques do capitão Hiroshi e do lateral-direito Gabriel Cassimiro, lesionados, o Tupi deve atuar com João Lucas; Adson, Emerson, Wellyson e Elder; Rafinha Borges, Jeffinho e Raphael Toledo; Fabrício Marabá, Willy e Pedro Vitor.

Os zagueiros Emerson e Wellyson, o lateral-esquerdo Elder e o volante Rafinha Borges, com dois cartões amarelos recebidos em jogos anteriores, estão pendurados. No próximo sábado (21), o Carijó enfrenta o Uberaba, no estádio Engenheiro João Guido.

Foco é o segredo

Segundo o treinador Ademir Fonseca, a concentração resume os motivos do Tupi ter chegado à terceira colocação do Módulo II, apesar do campeonato embolado. O Varginha, adversário de domingo, está em nono lugar, mas a diferença na tabela entre as duas equipes é de somente quatro pontos.

“Precisamos de concentração total. Temos que procurar ser aplicados o tempo todo, não perder o foco. Iremos respeitar o adversário, mas também vamos nos impor no jogo independente de quem enfrentaremos na partida”, declara o técnico.

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia