Tópicos em alta: coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Novo lote de vacinas não deve ser suficiente para retomada da 1ª dose em JF

Conforme Regional de Saúde, PJF irá receber mais de 16 mil vacinas nesta sexta. Município, no entanto, diz que número estipulado ainda não permitirá retorno do calendário


Por Carolina Leonel

29/07/2021 às 21h05- Atualizada 29/07/2021 às 21h17

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) informou, nesta quinta-feira (29), que foi notificada sobre o envio de novas remessas de vacinas à Superintendência Regional de Saúde. Contudo, a pasta municipal diz que a quantidade estipulada a ser destinada ao Município “não permitirá o retorno do calendário de vacinação da primeira dose” – cuja aplicação está suspensa desde esta quinta devido ao atraso na entrega de novos imunizantes.

A previsão, de acordo com a Regional de Saúde, é de que o Município de Juiz de Fora receba mais 16.192 doses de imunizantes, nesta sexta, às 11h, divididos entre 6.722 doses para D1 e 9.470 para D2. A informação oficial, no entanto, será divulgada pela Prefeitura na próxima segunda, após recebimento e contabilização das doses. Apesar da interrupção da D1, a Secretaria de Saúde da PJF informou que garante a aplicação da segunda dose em todas as pessoas que receberam a primeira e estão dentro da data de retorno.

Para Juiz de Fora, serão entregues 5.010 doses de AstraZeneca, 8.920 unidades de Coronavac e 2.262 imunizantes da Pfizer (Foto: Jéssica Pereira)

Aplicação de segunda dose segue nesta sexta-feira

Nesta sexta-feira, a vacinação com a segunda dose será para aqueles que receberam a AstraZeneca até 7 de maio ou pessoas que receberam a dose inicial de Coronavac e estão na data de retornar para completar a imunização. Este público poderá buscar o Círculo Militar ou Sport Club JF, das 8h às 16h, ou, ainda, uma das sete UBSs de referência, das 8h às 11h e das 13h às 16h. As UBSs que atualmente aplicam a vacina contra a Covid-19 são: unidade do Bairro de Lourdes, Benfica, Nossa Senhora Aparecida, Nossa Senhora das Graças, Santa Luzia, São Pedro e Vila Ideal.

Os idosos com 60 anos ou mais podem completar a imunização no Departamento de Saúde do Idoso (DSI). Além da aplicação de segundas doses, grávidas e puérperas que ainda não tenham recebido a primeira podem buscá-la em algum destes nove pontos de vacinação.

O conteúdo continua após o anúncio

Documentação

Para receber a segunda dose, as pessoas devem levar o cartão de vacina para comprovar o recebimento da primeira. Deve-se ter atenção à data de retorno no cartão, pois não são aplicadas vacinas antes do prazo estipulado. Também precisa ser apresentado documento original com foto, como o documento de identidade (RG) ou a carteira de motorista. As pessoas que porventura tenham recebido a primeira dose em outro município e que morem em Juiz de Fora, devem apresentar comprovante de residência, que ficará retido no ponto de vacinação.

A PJF orienta ainda que as pessoas que se imunizaram contra a gripe, mas que também têm o direito de se vacinar contra a Covid-19, devem esperar, pelo menos, 14 dias entre as aplicações dos imunizantes. Para quem foi diagnosticado com Covid-19, é recomendado, também para a vacinação contra o coronavírus, ao menos, 30 dias de espera entre o começo dos sintomas ou teste positivo (no caso dos assintomáticos) para receber qualquer uma das vacinas.

Endereços dos locais de vacinação:

-Círculo Militar: Avenida Barão do Rio Branco, 3.146
-Departamento de Saúde do Idoso: Rua Batista de Oliveira, 943, Granbery
-Sport Club Juiz de Fora: Avenida Barão do Rio Branco, 1.303, Centro

UBSs que vacinam contra a Covid nesta sexta:

-UBS Bairro de Lourdes: Rua Inácio Gama, 813
-UBS Benfica: Rua Guararapes, 106
-UBS Nossa Senhora Aparecida: Rua Nossa Senhora Aparecida, 775
-UBS Nossa Senhora das Graças: Rua Queluz, 72
-UBS Santa Luzia: Rua Torreões, s/nº
-UBS São Pedro: Rua João Lourenço Kelmer, 1.433
-UBS Vila Ideal: Avenida Francisco Valadares, 1.910

Tópicos: coronavírus / vacina

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia