Tópicos em alta: sarampo / CPI dos ônibus / polícia / bolsonaro / reforma da previdência

Dono de galinheiro atacado por onça recebe doação de galinhas

Doação foi realizada pela comissão que coordenou a captura do animal em retribuição à ajuda do criador

Por Gabriel Silva, estagiário sob supervisão do editor Eduardo Valente

16/05/2019 às 15h39- Atualizada 17/05/2019 às 22h01

Aposentado recebeu novas galinhas e ração dos analistas ambientais do IEF (Foto: Olavo Prazeres)

Após a captura da onça-pintada que apareceu no Jardim Botânico, membros da comissão interinstitucional do Instituto Estadual de Florestas (IEF) resolveram retribuir a ajuda de um dos personagens da trajetória do felino em Juiz de Fora. O aposentado Francisco Ferraz, que teve oito galinhas mortas e três feridas pela onça-pintada no último dia 8, recebeu, na manhã desta quinta-feira (16), 13 galinhas doadas.

A iniciativa partiu dos membros da comissão que atuou na captura da onça, de forma a reconhecer a receptividade de Francisco durante as ações em seu galinheiro. Mesmo com o prejuízo causado pela perda das galinhas com o ataque da onça, o criador permitiu a instalação de uma jaula própria para captura em seu galinheiro, equipamento que permaneceu no galinheiro de Francisco até a transferência do animal para outro local. Como reconhecimento, a comissão realizou uma “vaquinha” para arrecadar o dinheiro destinado à compra das galinhas, com cada integrante do grupo doando uma quantia.

O conteúdo continua após o anúncio

A entrega das aves foi realizada pelos analistas ambientais do IEF, Sara Reis, Glauber Barino e Polônia Nunes. À Tribuna, os analistas destacaram, a todo momento, a colaboração do criador durante as ações. “Foi uma iniciativa própria nossa, não foi uma determinação institucional. Fizemos pois ele foi muito solícito quando a gente quis montar a armadilha, o tempo todo ele ajudou a gente. Então eu acho que pessoas como ele têm que ser valorizadas”, afirmou Sara.

Após passar dias vivendo a expectativa da captura da onça em sua própria casa, o criador de galinhas disse que não esperava o ato de reconhecimento realizado pelos analistas, e se disse agradecido pela doação. “Eu achei essa iniciativa muito amorosa, muito carinhosa. É uma humildade muito grande deles de fazerem uma coisa dessas. Eu não esperava porque não tinha como eu fazer de um jeito diferente, porque a onça é do mato e, como é um animal, eu tinha que ajudar”, destacou Francisco.Além das galinhas, também foram doados sacos de ração para alimentação dos animais.

Tópicos: onça-pintada

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia