Tópicos em alta: coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Policial Militar morre em acidente na linha férrea em Juiz de Fora

Caso foi registrado na noite desta quinta-feira no altura do Bairro Mariano Procópio


Por Tribuna

14/01/2022 às 16h57

Um policial militar, de 38 anos, morreu depois se envolver em um acidente na linha férrea, no Bairro Mariano Procópio, Zona Nordeste, por volta das 22h desta quinta-feira (13). De acordo com o Registro de Eventos de Defesa Social (Reds), a Polícia Militar foi acionada até o local para atendimento de acidente de trânsito com vítima envolvendo um pedestre e uma composição férrea. Todavia, ao chegar ao local, uma ambulância do Samu já se fazia presente e constatou a morte da vítima.

Segundo o registro, o maquinista relatou que tracionava duas locomotivas e 136 vagões vazios, no sentido Dias Tavares, quando, ao aproximar-se da passagem de nível, no cruzamento da Avenida dos Andradas com a Rua Mariano Procópio, visualizou o pedestre de pé à margem esquerda e fora da linha. Neste momento, conforme o maquinista, ele iniciou os protocolos previstos, com buzina, porém a vítima permaneceu no mesmo lugar. O condutor afirma que acionou o sistema de freios, mas devido a proximidade do homem do bordo da linha, ele acabou sendo atropelada.

O conteúdo continua após o anúncio

A perícia técnica foi acionada e realizou o trabalho necessário no local, liberando o trem para continuar sua viagem. O corpo foi removido por uma funerária e encaminhado ao IML.

A MRS Logística, concessionária que opera a malha ferroviária, lamentou “profundamente o ocorrido” e informou que “o atropelamento ocorreu em local proibido ao trânsito de pedestres, ou seja, fora das passagens em nível oficiais”. Informou ainda que a vítima “caminhava pela linha férrea, atitude muito arriscada para a qual precisamos alertar toda a população: nunca transite pela ferrovia. Além de ser proibido, trata-se de um grande risco para a sua própria segurança!”, advertiu a MRS.

A Polícia Militar de Minas Gerais, por meio da 4ª Região, esclareceu que, referente ao acidente envolvendo a composição férrea que vitimou fatalmente um policial militar de Minas Gerais que se encontrava de férias, “todas as questões envolvendo este fato estão sendo tratadas internamente de modo a preservar a família do policial” e que “diante da perda irreparável, o Comando da 4ª Região, em nome da Instituição presta condolências e solidariedade aos familiares e amigos”.

Tópicos: polícia

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia