Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Na BR tem almoço grátis: voluntários servem comida a caminhoneiros

Comunidade da Igreja Adventista do Bairro Santa Luzia doa marmitas a motoristas na BR-040 e busca mais ajuda


Por Wendell Guiducci

01/04/2020 às 15h10- Atualizada 01/04/2020 às 22h08

Voluntário entrega quentinha a caminhoneiro na BR-040 (Foto: Wendell Guiducci)

Lucilene estica a faixa na altura do quilômetro 796 da BR-040. “Amigos caminhoneiros. Almoço grátis.” Um caminhão que trafega sentido Rio de Janeiro-Belo Horizonte dá seta para a direita e para cuidadosamente um pouco mais à frente, onde um grupo de voluntários instalado no acostamento lhe oferece uma refeição. Arroz, feijão, macarronada, bife de frango acebolado e ovos cozidos. Um banquete comprimido em uma quentinha para quem tem devorado muitos e muitos quilômetros de asfalto sem ter onde comer, mantendo em funcionamento um serviço essencial para que não haja desabastecimento nesse momento de crise deflagrada pelo coronavírus.

Um motorista, vindo de Sapucaia, no Rio de Janeiro, sentido Belo Horizonte, agradece o alimento. “Pra gente é muito importante. Nosso serviço não parou, mas não tem onde comer na estrada”, comenta antes de seguir viagem. Vai almoçar o frango com macarrão mais adiante. Usando máscara e luvas, o microeempreendedor, Renato Beck, 50 anos, idealizador da iniciativa abraçada pela comunidade da Igreja Adventista do Sétimo dia do Bairro Santa Luzia e outros voluntários, explica que gostaria de proporcionar mais que as cem quentinhas que distribuem nesta quarta (1) e as outras cem que distribuíram no último sábado (28).

O conteúdo continua após o anúncio
Voluntários montam as marmitas na casa de Renato Beck (Foto: Arquivo pessoal)

“Tive a ideia depois que minha irmã enviou pelo WhatsApp um vídeo de um caminhoneiro do Sul dizendo que a categoria estava encontrando dificuldades para comer”, conta Beck. “Comentei com o pessoal da minha igreja, e cada um ficou de fazer o feijão, o outro o macarrão, o frango, nós montamos as marmitas na minha casa e levamos para a BR, na altura do Posto Mineirão, no Salvaterra.” A iniciativa começou no sábado passado, teve repeteco nesta quarta, desta vez no Km 796, e, no próximo sábado (4), os voluntários estarão no mesmo local, de ambos os lados da pista, dando suporte aos motoristas. “Gostaríamos muito de poder fazer todos os dias… mas faltam mantimentos”, alega o microempreendedor, passando seu telefone para quem quiser se juntar à causa: (32) 98818-7005.

Veja abaixo o vídeo de um caminhoneiro agradecendo a ação da comunidade de Santa Luzia:

Tópicos: coronavírus

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia