Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Samba na praça ou no buteco? Que tal nos dois!

A praça Armando Toschi - Ministrinho volta a receber o samba de buteco que tanto gostamos

Por Butecos de JF

18/11/2021 às 00h01 - Atualizada 18/11/2021 às 00h01

Não poderia usar outro nome no bigode dessa matéria – ou subtítulo – que não fosse o do consagrado compositor, instrumentista e cantor Ministrinho, que batiza a agradável praça do Bairro Jardim Glória. Isso porque esse personagem de nossa cidade, um grande amante do samba, merece todas as reverências pela sua história, e toda homenagem é pouca pelo tanto que fez por esse gênero musical por aqui. Pois então, nada mais justo que, nessa volta dos eventos em nossa cidade, podermos curtir um bom samba na Praça Ministrinho. Pra facilitar a vida do leitor, vou aqui usar o apelido que a praça ganhou pelas graças de outro grande cidadão: o saudoso senhor Avelino Vicente, que todos vocês conhecem pela alcunha que seu bar lhe deu: Bar du Léo. Localizou? Então borá lá no domingo!

Armando Junior, Fabrícia Valle, Carlos Fernando e Roger Resende do Ponto do Samba

Pois a praça do Bar du Léo recebe no dia 21 de novembro, entre 13h e 16h30, o Ponto do Samba, projeto de queridos sambistas locais que tocam o que há de melhor em composições consagradas deste legítimo gênero musical brasileiro, sempre privilegiando as composições de sambistas de nossa cidade e também dando espaço ao final para celebrados sambas nacionais, tudo muito bem interpretado por gente de competência inegável, como meu amigo Roger Resende, Armando Jr., Carlos Fernando e Fabrícia Valle, que naquele belo lugar cantaram e encantaram em sua mais recente apresentação, e que dia 21 prometem muito mais, com a presença de convidados ilustres para fazer a batucada ainda melhor pois a “Roda dos Encontros” recebe Anna Terra e Ronaldo Golfinho nesse domingo.

 

O conteúdo continua após o anúncio

E para acompanhar o ritmo?

Para você, amigo leitor, acompanhar o samba sem atravessar, nada de batucar na mesa, afinal, certamente ela estará guarnecida com as coloridas caipis do Birosca, acompanhadas do prato premiado daquele bar no Comida di Buteco deste ano, o delicioso Bira meu Boi: porpetas de peito de boi desfiado, recheadas de alho-poró e muçarela , servidas com molho madeira, geleia de gengibre e farofa de cebola. E mais: no cardápio da casa há muitas outras belas sugestões de acompanhamento pro samba, só não me vá cantar de boca cheia, viu?!


E o nosso queridíssimo Bar du Léo também entra no ritmo, com os deliciosos pastéis preparados na hora, que casam perfeitamente com o bom chope da cervejaria São Bartolomeu. Se preferir, uma ampola geladíssima de cerveja sairá do freezer do botequim e fará bela companhia a uma porção de bolinho de bacalhau, ou de parmesão, ou os dois pra quem, como eu, não abre mão destes petiscos.
E assim o domingo está garantido, com as bênçãos de São Pedro para que não chova, e com a certeza que nessa praça, ensolarada e aberta, vírus vacilão não se cria e só a alegria prevalece, como num bom samba raiz! E por falar em samba bom, já vou chegar lá cantarolando o meu preferido: “…o fato é que eu moro num apartamento, mas queria mesmo é morar num boteco…“.

Vamos juntos?!

Butecos de JF

Butecos de JF

Airton Soares é gestor público por formação acadêmica mas, por opção e gosto, é conhecido como apreciador da cozinha de raiz, com experiência comprovada e acumulada na cintura. Já foi jurado do Comida di Buteco, é colunista do Tribuna de Minas, tem programa na rádio Transamérica JF e é dono da fanpage @butecosdejf, onde conta com mais de 100 mil seguidores que acompanham as dicas e comentários sobre comidas, bebidas e bares desse rotundo entusiasta da culinária simples e saborosa, segundo ele, a mais gostosa de todas!

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia