Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Qual a diferença entre atletas e empresários?

Diferente dos atletas amadores, ser empresário é para profissionais!


Por Gustavo de Freitas Magalhães, analista do Sebrae Minas

14/05/2019 às 08h00- Atualizada 14/05/2019 às 08h17

Este artigo foi elaborado a partir da análise de uma situação corriqueira vivida por dois personagens.

Sou corredor amador e adoro o esporte. Conversando com amigos, abordamos a questão do desempenho e da forma como monitoramos e avaliamos nossa prática esportiva. Utilizo um aplicativo de corrida em sua versão gratuita e que atende bem minhas necessidades. Monitoro cerca de oito indicadores e com eles consigo ter referências que possam me comparar com outros corredores. Através do app, tenho informações que, para mim, são muito importantes, tais como:

– alinhamento dos meus objetivos;

– monitoramento do meu rendimento;

– informações sobre meu desempenho e histórico;

– elementos de comparação com outros competidores e atletas.

O conteúdo continua após o anúncio

Com esses quatro indicadores, consigo verificar se estou evoluindo e determinar se meu desempenho está seguindo a cadência necessária e esperada ou se preciso realizar algum ajuste. Entendendo isso, é possível determinar se a ferramenta que utilizo é adequada e se serve ao meu propósito. É importante deixar claro que pouco me ajudará ter um aparato tecnológico caro e de última geração se sou declaradamente um atleta amador. Pouco ou quase nada me valerá ter medições e indicadores ultra refinados se não consigo fazer o básico que, no caso, é me dedicar ao treino que me propus realizar, dentro das minhas limitações.

Seguindo esse raciocínio, vem a grande questão: qual a diferença entre gerir minha atividade física e a minha empresa? Você deve estar pensando: nenhuma!

Quando trago esses elementos e faço um paralelo com a vida empresarial, estou afirmando que, se temos em mãos indicadores e números, temos condições muito melhores para a tomada de decisões, sejam elas pequenas ou grandes. Muito pouco ou nada nos agrega investir em sistemas caros e complexos de gestão que não entregam informações essenciais à vida dos negócios.

Certa vez, ao conversar com um empresário, me deparei com a seguinte situação: recebi uma série de relatórios mensais indicando que a empresa não estava atingindo seu ponto de equilíbrio. Avaliando o cenário, perguntei a ele sobre a apuração de indicadores e fui informado de que o fechamento era mensal. Isso quer dizer que, em razão do prazo de 30 dias, o tomador de decisão somente tinha a informação sobre um problema quando não havia mais nada a se fazer.  Neste caso específico, a sugestão foi simples: pela característica do negócio, propus a criação de um indicador de apuração diária. Isso mudou o rumo da gestão da empresa, pois, com o monitoramento diário, a tomada de decisão se tornou mais ágil e assertiva.

Levando em conta a situação descrita, é possível sugerir alguns pontos de atenção para a gestão dos negócios que podem fazer a diferença:

  • Crie ou desenvolva indicadores que sejam relevantes para o seu negócio;
  • Desenvolva indicadores objetivos e de fácil interpretação. Toda a equipe deve entender e fazer parte da solução;
  • Tenha indicadores para a tomada de decisão imediata e outros que possibilitem monitorar o caminho que seu empreendimento está seguindo;
  • Não delegue tudo para terceiros. Crie e desenvolva a inteligência do seu negócio.

Diferente dos atletas amadores, ser empresário é para profissionais!

Os comentários nas postagens e os conteúdos dos colunistas não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir comentários que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia