Tópicos em alta: eleições 2018 / chuva / polícia

Mototaxista é morto em tentativa de assalto em Ubá

Criminoso ainda não foi encontrado, e PM busca imagens de câmeras de segurança para ajudar na identificação do homem

Por Michele Meireles

17/05/2018 às 10h18 - Atualizada 17/05/2018 às 15h03

Um mototaxista de Ubá, município a cerca de 100 quilômetros de Juiz de Fora, morreu após ter sido baleado durante uma tentativa de assalto registrada na noite de quarta-feira (16). Conforme informações da Polícia Militar, mesmo ferido, Alexandro Aparecido Barbosa, 38 anos, conseguiu fugir do local da ação criminosa em sua moto e pedir socorro em um bar, mas não resistiu ao ferimento causado por um tiro nas costas e morreu pouco depois de dar entrada em um hospital da cidade. A PM trabalha nesta quinta-feira na busca de imagens de câmeras de segurança de comércios que possam ajudar a identificar o suspeito do crime.

De acordo com informações da PM, os militares foram acionados por telefone, às 20h08,  pelo dono do bar para onde a vítima foi. Quando chegaram ao local, segundo a assessoria de comunicação da PM de Ubá, os militares encontraram Alexandre ainda consciente. Ele chegou a dar detalhes da ação criminosa.

Segundo seu relato, o criminoso o abordou em um ponto de táxi no Centro da cidade, pouco antes das 20h, e pediu uma corrida até o Bairro Vila Casal. Ao chegar no local solicitado, o ladrão teria anunciado o assalto, apontado uma arma para o motorista e determinado que a moto fosse entregue a ele. Alexandre disse aos policiais que não acatou a ordem, acelerando sua moto. Neste momento, o assaltante disparou contra a vítima, que disse ter ouvido cerca de três tiros.

O conteúdo continua após o anúncio

O baleado repassou ainda as características físicas do ladrão e quais roupas usava no crime. O homem foi socorrido e levado ao Hospital Santa Isabel, onde foi constatado que o tiro havia atingido suas costas. O trabalhador chegou à unidade de saúde em estado grave e morreu por volta de 21h30.

A PM fez diversas diligências em buscas de pistas sobre o paradeiro do suspeito. As imagens das câmeras do “Olho Vivo” foram checadas e mostraram que, às 19h44, o suspeito com as mesmas características repassadas pela vítima deslocava-se em direção ao ponto de mototáxi onde Alexandre estava. As filmagens apontaram ainda todo o trajeto que a vítima fez com o suspeito pelo Centro de Ubá.

Os militares de Ubá também fizeram contato com um taxista do ponto na Rodoviária Municipal, local onde o suspeito estava antes de solicitar a corrida de moto, e conseguiram encontrar um taxista que também havia sido abordado pelo ladrão. Ele contou que o homem solicitou uma corrida até o Bairro Schiavon. Segundo a PM, o taxista disse ter suspeitado do homem e recusou a corrida. O suspeito ainda teria perguntado ao motorista onde encontraria um ponto de mototáxi. O taxista indicou o local, e o ladrão seguiu até o ponto onde contratou os serviços da futura vítima.

Os policiais apresentaram a outros mototaxistas algumas fotografias de indivíduos conhecidos no meio policial pela prática de diversos delitos, porém, ninguém reconheceu o suspeito. A PM informou que os trabalhos de busca e identificação dos criminosos continuam nesta quinta.

Tópicos:

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail





Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia