Tópicos em alta: eleições 2018 / polícia

Ubá e região enfrentam epidemia de dengue

Dos sete municípios classificados com alerta, três registraram incidência muito alta de dengue no último mês. Ubá e Visconde do Rio Branco estão entre os três municípios com mais registros neste ano

Por Tribuna

16/04/2018 às 18h27

Ubá e outros seis municípios pertencentes à Gerência Regional de Saúde de Ubá estão sofrendo com epidemia de dengue. Segundo dados do boletim epidemiológico da dengue, zika e chikungunya, da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES/MG), divulgado nesta segunda-feira (16), Visconde do Rio Branco, Piraúba e Guiricema estão com muito alta incidência de casos prováveis da doença. As três cidades estão, inclusive, entre os cinco municípios com mais registros da doença nas últimas quatro semanas no estado.

Ainda conforme os dados da pasta, Rodeiro e Ubá tiveram alta incidência de registros no mesmo período, enquanto São Geraldo e Guidoval têm média incidência da doença. As categorias em que os municípios se encaixam respondem a classificação prévia da secretaria: são consideradas cidades com muito alta incidência de dengue aquelas com mais de 500 casos prováveis a cada cem mil habitantes; a incidência alta é caracterizada por 300 a 499 casos prováveis a cada cem mil habitantes.

O conteúdo continua após o anúncio

Na classificação geral, que considera o número acumulado de casos prováveis da doença neste ano, Ubá é a segunda cidade do estado com o maior número de casos, perdendo apenas para Belo Horizonte: já são 1.093 casos contra 1.099 na capital mineira. A grande diferença, porém, está na quantidade de habitantes de cada uma das cidades. Ubá tem cerca de 111 mil moradores, enquanto Belo Horizonte tem mais de 2,5 milhões, fator que explica a incidência muito alta na cidade da Zona da Mata e incidência baixa na capital.

Visconde do Rio Branco também está na liderança das cidades com mais casos. Localizado a cerca de 22 quilômetros de Ubá, o município já registrou 840 casos prováveis da doença, sendo que a cidade tem pouco mais de 41 mil habitantes.

Juiz de Fora

Na região de Juiz de Fora, o cenário epidemiológico é considerado tranquilo. Ao todo, 60 casos prováveis de dengue foram registrados no município neste ano. Em seguida vem São João Nepomuceno, com dez casos, e Maripá de Minas, com cinco. Juiz de Fora ainda tem dez casos prováveis de chikungunya e dois de zika vírus em gestantes.

Tópicos:

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail





Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia