Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Reabertura de cavernas em Ibitipoca está condicionada a estiagem

IEF, que faz a gestão ambiental do parque estadual, explicou que será necessário, pelo menos, sete dias sem chuvas para que seja feita nova avaliação


Por Tribuna

12/01/2022 às 20h19- Atualizada 13/01/2022 às 17h34

A suspensão da visitação nas cavernas do Parque Estadual do Ibitipoca deve permanecer até nova avaliação do Instituto Estadual de Florestas (IEF), após pelo menos sete dias de estiagem. A informação é do órgão que realiza a gestão ambiental do parque, cuja visitação às cavernas foi anunciada nesta terça-feira (11) em razão das fortes chuvas que atingem a região.

Conforme informativo publicado no site do parque, a gestão decidiu pela suspensão da visitação nas cavernas de forma preventiva. De acordo com o IEF, que também é responsável pela coordenação das unidades de conservação do Parque do Ibitipoca, a decisão foi tomada em conjunto com espeleólogos que estão em permanente trabalho na unidade de conservação por conta da saturação do solo, causada pelas chuvas de longo período, que podem aumentar o risco de queda e desplacamento de blocos rochosos.

O conteúdo continua após o anúncio

O órgão salienta que a reabertura do espaço será condicionada a uma avaliação, que será feita após pelo menos sete dias de estiagem. Além disso, o IEF informa que todos os locais com entrada impedida estão sendo sinalizados por funcionários do parque, para que os visitantes tenham uma experiência confortável e segura.

O parque segue funcionando em horário normal, e as visitas estão condicionadas ao agendamento prévio, feito por meio do site do parque.

Tópicos: ibitipoca

Os comentários nas postagens e os conteúdos dos colunistas não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir comentários que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia