Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / lockdown / vacina / polícia / obituário

Comissão de urbanismo da Câmara agenda visitas às barragens de JF

Primeira inspeção acontece na próxima terça-feira (5), a partir das 8h, nas duas barragens de rejeitos na cidade


Por Tribuna

30/01/2019 às 16h46- Atualizada 30/01/2019 às 16h47

Duas visitas às barragens de Juiz de Fora, na próxima semana, foram agendadas pela Comissão de Urbanismo da Câmara Municipal. A comissão, que é formada pelos vereadores Zé Márcio Garotinho (PV), Wanderson Castelar (PT), Adriano Miranda (PHS) e Kenedy Ribeiro (MDB), reuniu-se nesta terça-feira (29), com o propósito de discutir ações a respeito da situação das barragens na cidade, ficando definidas as visitas, para as quais serão convidados todos os vereadores com o intuito de aprofundar o conhecimento sobre a questão.

LEIA MAIS:

A primeira acontece na próxima terça-feira (5), a partir das 8h, nas duas barragens de rejeitos de Juiz de Fora: a Barragem da Pedra e a Barragem dos Peixes, que possuem, respectivamente, 1,5 milhão e 800 mil metros cúbicos. Ambas pertencem ao grupo Votorantim e estão sob responsabilidade da Nexa Resources, sendo que a Barragem dos Peixes atualmente encontra-se inativa. “A intenção é averiguar a segurança e o volume destas barragens, além da conversa sobre as duas estruturas de resíduos industriais. Iremos aproveitar a oportunidade para discutir a situação da Represa de Picada – que é de geração de energia elétrica, mas que também é da responsabilidade do Grupo Votorantim”, afirma Zé Márcio.

O conteúdo continua após o anúncio

No dia seguinte (6), a visita será na Represa Dr. João Penido, pertencente à Cesama. Ela possui 16 milhões de metros cúbicos e abastece a maior parte da cidade. A Comissão de Urbanismo destaca que estas são as primeiras duas visitas de uma série que pretende realizar.

Os vereadores ressaltam que esta é uma discussão recorrente dentro da Comissão de Urbanismo. “Não é a primeira vez que o assunto é debatido pela comissão. A nossa preocupação é constante, mas, diante da tragédia em Brumadinho, torna-se urgente dar uma resposta à população em relação ao que fatalmente vem à cabeça de todos, neste momento: como estão às barragens, sobretudo as de rejeitos, em Juiz de Fora?”, disse Castelar. Trata-se da continuidade de um trabalho que já vem sendo realizado pela Comissão de Urbanismo desde 2016 e, também, de uma ação preventiva.

Para acompanhar a comissão, serão convidados, entre outros órgãos, representantes do Ministério Público, da Secretaria de Meio-ambiente do município, das faculdades de Engenharia Ambiental e Engenharia Civil da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros.

Audiência pública

Em relação à audiência pública que foi solicitada pelos vereadores Marlon Siqueira (MDB) e Cido Reis (PSB) para discutir a situação das barragens de Juiz de Fora, a data só deve ser definida após o recesso parlamentar, que termina no dia 15 de fevereiro.

Tópicos: barragem

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia