Tópicos em alta: polícia / CPI dos ônibus / bolsonaro

Elizabeth Jucá será secretária de Impacto Social de Zema

Até agora, Romeu Zema anunciou cinco nomes de sua equipe do primeiro escalão

Por Renato Salles

10/12/2018 às 17h45- Atualizada 11/12/2018 às 18h41

Elizabeth Jucá já desempenhou as funções de Controladora Geral do Município e também foi titular da Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão (Foto: Fernando Priamo)

Como já havia sido antecipado no site da Tribuna na manhã de segunda-feira (10), o governador eleito Romeu Zema (Novo) anunciou os nomes de novos integrantes do futuro escalão de seu governo, que terá início em janeiro de 2019. As indicações trazem um nome ligado à política juiz-forana. Atual secretária municipal de Saúde da Prefeitura de Juiz de Fora, Elizabeth Jucá foi confirmada para a Secretaria de Estado de Impacto Social, que vai reunir as atuais pastas de Trabalho e Desenvolvimento Social. Pela manhã, o futuro governador já havia afirmado à reportagem que a lista de secretários a ser anunciada traria um nome “conhecido da Zona da Mata”.

Jucá é servidora de carreira da Prefeitura de Juiz de Fora. No Município, já desempenhou as funções de Controladora Geral do Município e também foi titular da Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão (Seplag). Ela tem mestrado em Liderança e Gestão Pública e é especialista em Finanças pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), por onde também se graduou em Ciências Econômicas.

Elizabeth Jucá está no primeiro escalão da PJF desde o primeiro mandato do ex-prefeito Bruno Siqueira (MDB), ocupando primeiro a Seplag. Desde fevereiro de 2016, assumiu efetivamente a titularidade da Secretaria Municipal de Saúde, função que já havia exercido de forma interina. Ela permaneceu no cargo após a renúncia de Bruno, mantendo-se, assim, no núcleo duro do governo municipal, agora encabeçado pelo prefeito Antônio Almas (PSDB). Ela também atuou no primeiro escalão da PJF durante o terceiro mandato do ex-prefeito Tarcísio Delgado (PSB).

“Reconhecimento”

“A economista Elizabeth Jucá, que ocupa o cargo de secretária de Saúde de Juiz de Fora, afirmou que se sentiu muito honrada com o convite, por considerá-lo um reconhecimento pelo trabalho de mais de 30 anos como servidora pública de carreira da Prefeitura, onde já atuou como controladora geral e secretária de Planejamento e Gestão. Elizabeth informou que ainda vai receber detalhes da nova pasta e das áreas de atuação com a equipe de transição do governador eleito, Romeu Zema. Somente a partir dessas informações poderá definir, junto ao governador eleito, o planejamento e as prioridades para o setor no estado”, afirmou nota, divulgada pela Prefeitura de Juiz de Fora, que também trouxe as primeiras palavras da futura secretária de Estado de Impacto Social.

O conteúdo continua após o anúncio

O prefeito Antônio Almas (PSDB) também se manifestou sobre a indicação de Jucá para o primeiro escalão do futuro Governo do Estado. “Beth agora representará a eficiência e competência que sempre exerceu para o juiz-forano a todos os mineiros. É a representatividade de Juiz de Fora no governo do Estado de Minas Gerais. Efetiva do quadro de funcionários da PJF, Elizabeth Jucá se dedica ao serviço público há mais de 30 anos e continua liderando a Secretaria de Saúde do município até o fim do mês para que seja feita a transição para o novo comando da pasta, a ser decidido nas próximas semanas.”

Titulares da Saúde e Ouvidoria Geral

Além de Jucá, Zema também anunciou os nomes dos titulares das pastas de Saúde e Ouvidoria Geral do Estado. Para a secretaria de Saúde, foi escolhido o médico Wagner Eduardo Ferreira, que encerra este mês o mandato à frente da Presidência da Fundação Educacional Lucas Machado, mantenedora do Hospital Universitário Ciências Médicas e da Faculdade de Ciências Médicas, em Belo Horizonte. Natural da capital mineira, é formado também em biologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Tem especialização em Clínica Médica na Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte e mestrado em Infectologia pela Universidade de São Paulo (USP).
O futuro secretário de Estado da Saúde também foi consultor da Organização Mundial da Saúde (OMS) para a América Latina de DST/AIDS, vice-presidente da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), além de ter sido presidente do MG Transplantes. Também participou do grupo que fundou e criou o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Estado de Minas Gerais.

Já a advogada Simone Deoud comandará a Ouvidoria Geral do Estado, órgão responsável por receber sugestões, críticas, denúncias, reclamações relativas à administração estadual. A futura ouvidora geral é mineira de Barbacena, graduada na UFMG e tem mais de 30 anos de experiência em Direito Civil e Empresarial. Atuou como profissional liberal e em empresas nos ramos de engenharia e infraestrutura. Atualmente, é consultora jurídica.
“Seguimos trabalhando para montar uma equipe competente e totalmente comprometida com a retomada do desenvolvimento de Minas Gerais”, afirmou Zema após os anúncios.

Outros nomes

Antes, no último dia 22 de novembro, Zema já havia anunciado outros dois nomes de futuros secretários, que assumirão suas funções a partir de janeiro de 2019. Para a Secretaria de Estado de Fazenda, o indicado foi o contador Gustavo Barbosa. Ele é mineiro de Uberaba, tem 53 anos, e é graduado em ciências contábeis e pós-graduado em gestão executiva de fundos de pensão. Entre julho de 2016 e fevereiro de 2018, ocupou a Secretaria de Finanças e Planejamento do Estado do Rio gestão do governador Luiz Fernando Pezão (MDB). Na ocasião, coordenou os trabalhos de renegociação da dívida do estado fluminense com o Governo federal, objetivo declarado da área econômica de Zema.

O outro nome confirmado por Zema foi o do engenheiro Otto Alexandre Levy Reis, que comandará a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag). O futuro titular da Seplag é natural de Belo Horizonte e tem graduação em engenharia metalúrgica. Ele acumula experiências como gestor, além de cursos nas áreas de gestão e recursos humanos no Brasil, Estados Unidos e Japão.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia