Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / lockdown / vacina / polícia / obituário

Atleta do JF Imperadores morre por complicações relacionadas à Covid-19

Maxwell Delvivo, 28 anos, estava internado em Santos Dumont; ele também havia perdido a mãe pelo vírus


Por Gabriel Silva, estagiário sob a supervisão do editor Bruno Kaehler

29/03/2021 às 18h06- Atualizada 30/03/2021 às 09h05

‘Família’, Maxwell era mais um atleta da região também apaixonado pelo futebol americano (Foto: Daniel Braga/Xfoto Fotografia)

Morreu, na última quinta-feira (25), o atleta do JF Imperadores Maxwell Paulo Delvivo. Natural de Matias Barbosa, o jogador tinha 28 anos e estava internado em um hospital de Santos Dumont em virtude da Covid-19. De acordo com informações de pessoas próximas, Maxwell faleceu após complicações pulmonares decorrentes da doença.

No início de março, Maxwell havia perdido a mãe por complicações relacionadas ao coronavírus. O atleta também acabou infectado e foi internado na primeira quinzena do mês. O jogador teve uma melhora no quadro clínico e chegou a ser liberado para seguir o tratamento em casa, mas uma nova piora no quadro o colocou na fila por um leito de tratamento intensivo na última quarta-feira (24). No mesmo dia ele conseguiu vaga em Santos Dumont, mas teve complicações causadas por embolia pulmonar e não resistiu.

“Como pessoa ele era incrível, sempre ajudando todo mundo com um sorriso no rosto. Ele era especial, sempre deu forças e conselhos e tinha um jeito protetor como nenhum outro. Queria cuidar de todos da casa. Foi um ótimo filho, um ótimo irmão e um ótimo tio, que as crianças falavam que ele era o urso deles. E sempre teve orgulho de jogar futebol americano, muito fã pelo esporte, sempre jogou por amor. E pode ter certeza que ele jogava no JF Imperadores por amor e orgulho, pois sempre teve honra de fazer parte do time”, lembra Emanoel Delvivo, irmão de Maxwell.

 

O conteúdo continua após o anúncio
Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Juiz de Fora Imperadores (@jfimperadores)

‘O céu ganha mais um imperador’

Maxwell iniciou no JF Imperadores em 2019, após jogar pelo Matias Barbosa Primatas, em sua cidade de origem. Sua paixão pelo futebol americano o fez vestir a camisa juiz-forana para se manter ativo no esporte que tanto amou. O jogador foi campeão da Copa Ouro e era tido como um atleta de comportamento exemplar. “Ele vinha com muita dedicação, estava treinando mesmo com a equipe parada, em Matias Barbosa. É uma perda muito grande, dentro da equipe era um cara muito amado. Era um irmão nosso. Que todos possam se guardar nesse momento porque isso tudo é muito triste”, relata Marcos Nogueira, presidente do JF Imperadores.

Por meio das redes sociais, a equipe juiz-forana declarou luto pela perda irreparável. “O ceú ganha mais um imperador. Mais uma vida, mais uma história, mais uma família de luto em razão da Covid-19. Nossa solidariedade à família e amigos de Maxwell. Deus conforte o coração de todos. Continuamos pedindo oração, por essa família e por tantas outras que perderam um ente querido.”

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia