Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Após empate em amistosos, JF Vôlei reencontra Niterói na Superliga B

Equipes se enfrentam no Ginásio da UniAcademia, agora em duelo oficial, sábado, às 18h


Por Bruno Kaehler

28/01/2022 às 07h00

Há duas semanas, mas ainda durante a pré-temporada, JF Vôlei e Niterói se enfrentaram em amistosos no Ginásio da UniAcademia, com uma vitória para cada lado, ambas por 3 sets a 1. Agora, novamente no palco esportivo da região central da cidade, juiz-foranos e fluminenses se reencontram, em compromisso marcado para este sábado (29), às 18h. No entanto, este novo duelo é oficial, e a partida vale pontos na 2ª rodada da Superliga B.

O líbero Pedro Belizário, também chamado de Mococa, projetou a partida que envolve maior responsabilidade do que as anteriores. “Niterói é um adversário que conhecemos muito bem e sabemos que não será um jogo fácil. Temos que entrar focados, manter a vibração da nossa estreia e fazer o que foi combinado taticamente durante os treinamentos dessa semana”, analisou.

A estreia mencionada pelo atleta foi na noite do último sábado (22), também em Juiz de Fora, finalizada com triunfo mandante no tie-break sobre o Minas Náutico. Já o Niterói foi derrotado em casa pelo Aprov/Chapecó (SC) por 3 sets a 0 e já pensa em recuperar os pontos perdidos.

Mococa comemora ponto na estreia; jogador deve ser titular neste sábado novamente (Foto: Daniel Braga / XFoto)

Além de buscar seguir 100% na competição, o JF Vôlei tem adotado o discurso de evolução jogo a jogo, meta traçada pelo técnico Daniel Schimitz, com a intenção de estar o mais próximo do nível ideal na 5ª rodada, contra Suzano (SP), em 19 de fevereiro. Neste sentido, Mococa revelou que os treinos que antecederam a partida contra Niterói não se concentraram em um único ponto. “Temos trabalhado todos os fundamentos, nessa fase não dá para focar em uma coisa só, mas estamos buscando melhorar algumas coisas que pecamos na estreia e também manter o que fizemos de bom.”

O conteúdo continua após o anúncio

Para o confronto, se Daniel optar por repetir o time da estreia, o JF Vôlei vai entrar em quadra com o levantador Luis Rodrigues, o oposto venezuelano Edwuin Flores, os centrais Abenildes e Gabriel Pereira, além dos ponteiros Jardel e Thiago Marques, com Mococa de líbero.

‘Vontade e vigor para trabalhar’

Mococa, de apenas 22 anos, é um dos poucos remanescentes da histórica campanha de 2021, quando o JF Vôlei ergueu o troféu da Superliga B após campanha invicta. Para a nova temporada, o elenco ficou ainda mais jovem, com média de idade pouco superior aos 20 anos, diferença apontada pelo jogador ao analisar os dois grupos.

“Na minha opinião, a maior semelhança é que esse ano também temos um elenco jovem, então a equipe tem muita vontade e vigor para trabalhar. A maior diferença em relação ao ano passado talvez seja que agora a média de idade é um pouco menor, então algumas peças da temporada passada tinham um pouco mais de bagagem, o que é absolutamente normal por ser um grupo mais velho”, avalia.

Em compensação, neste ano, Mococa deverá atuar mais vezes, já que possui status de titular do time, já confirmado nas primeiras exibições de 2022, o que não ocorreu na temporada anterior. Logo, a caminhada atual se torna ainda mais importante ao jovem defensor. “Com certeza, mesmo tendo atuado em alguns jogos da temporada passada, a responsabilidade aumenta, mas tenho procurado trabalhar bastante e levar isso com leveza pra corresponder às expectativas e ajudar o time.”

Tópicos: jf vôlei

Os comentários nas postagens e os conteúdos dos colunistas não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir comentários que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia