Tópicos em alta: sarampo / CPI dos ônibus / polícia / bolsonaro / reforma da previdência

Baeta busca classificação em Poços de Caldas

Vitória neste domingo contra a Caldense assegura a vaga do Tupynambás no G8 do Mineiro com uma rodada de antecedência

Por Bruno Kaehler

16/03/2019 às 16h39

Paulo Campos vai fazer sua estreia no Leão do Poço Rico, que confirma matematicamente a classificação ao mata-mata estadual em caso de triunfo (Foto: Bruno Kaehler)

O Tupynambás tem motivos de sobra para buscar nova vitória fora de casa neste domingo (17), às 11h, diante da Caldense no Ronaldão, pela penúltima rodada do Campeonato Mineiro. Sob novo comando, agora do experiente treinador Paulo Campos, que chegou em Juiz de Fora na quarta-feira (13), e com a sexta colocação e 11 pontos somados, o Leão do Poço Rico confirma matematicamente a classificação ao mata-mata estadual em caso de triunfo.

Uma das esperanças de gols do Baeta, o atacante Núbio Flávio destacou a importância do sucesso nos 90 minutos em Poços de Caldas. “Com o elenco que temos, não podemos esperar outra coisa que não a vitória. Obviamente respeitando a equipe da Caldense, mas temos total ciência do que buscamos na competição. E se queremos o terceiro, quarto lugar, precisamos passar pela Caldense com a vitória”, relata.

O conteúdo continua após o anúncio

Núbio e Ademilson são os únicos que já foram treinados por Paulo Campos em Juiz de Fora, quando o treinador de 62 anos comandou o Tupi, em 2014. Para o atacante mais jovem, que também chegou na reta final do Mineiro, “Paulo é de um perfil que se encaixa perfeitamente no momento. Nosso time vem em uma crescente. Óbvio que tivemos um resultado adverso, contra o América, mas a princípio conquistamos muitos pontos e queremos mais. Ele chega para somar com a postura dele, vai agregar muitoe vamos conseguir nosso objetivo que é classificar”, opina Núbio.

Já aos mais jovens, caso do lateral Lucas Hipólito, a motivação também ocorre com os primeiros treinos orientados por um profissional que já passou, por exemplo, pelo Real Madrid, em 2005, quando auxiliou Vanderlei Luxemburgo. “Fiquei muito feliz com a vinda do Paulo. Vem para agregar, com uma experiência maravilhosa. Sentimos que ele comunica um pouco mais, mas isso é fácil de adaptar. É um cara tranquilo, dá para a gente conversar bem, mas é muito bom treinador. Começamos o campeonato bem, oscilamos um pouco, o que é normal, mas se continuarmos focados e unidos podemos buscar um bom resultado fora de casa.”

A tendência é que Campos não efetue muitas mudanças na equipe titular. Sem o atacante Matheus Pimenta, preservado por fadiga muscular, a equipe deve entrar em campo com Renan Rinaldi; Paulinho, Adriano, Felipe Gregory e Lucas Hipólito; Marcel, Léo Salino e Leandro Salino; Núbio Flávio, Igor Soares e Ademilson.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia