Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / chuva / blogs e colunas / obituário / polícia

Torneio infantil de kickboxing reúne 64 jovens na Praça CEU

Com prodígio de 12 anos entre as atrações, Copa Kids Galpão da Luta envolve atletas e famílias neste sábado, no Dia das Crianças

Por Bruno Kaehler

10/10/2019 às 15h13

Pula-pula, pipoca, algodão doce… e kickboxing. Assim será comemorado o Dia das Crianças de pelo menos 64 jovens neste sábado (12), com a realização da Copa Kids Galpão da Luta, na Praça CEU, em Benfica, Zona Norte de Juiz de Fora. Ao todo, 32 lutas estão agendadas, segundo a organização, com cinco disputas de cinturão nos embates derradeiros. O evento começa às 9h.

Nico é apaixonado pelas artes marciais e já disputa cinturões e medalhas entre garotos de sua faixa etária e peso (Foto: Arquivo pessoal)

Entre os competidores estará o prodígio Nicollas Sobrinho, mais conhecido como Nico. Com apenas 12 anos, ele já possui no currículo as práticas regulares de capoeira, jiu-jítsu, muay thai, kickboxing e boxe. Nascido em Lima Duarte, o jovem se mudou para Juiz de Fora, incentivado pelo pai, Cláudio Sobrinho, justamente por causa da paixão nas artes marciais. Com a dedicação diária, ele vem de quatro vitórias seguidas em competições de jiu-jítsu e kickboxing nos últimos dois meses.

“O Nico começou na capoeira com o Mestre Zezinho, em Lima Duarte. Depois foi conhecendo as outras modalidades e atualmente treina muay thai e kickboxing com o Mestre Kall, da Jason Team, jiu-jítsu com o Mestre Lucas Câmara, da X-Team, e boxe com o Carlos Vitor. Com toda a modéstia do mundo, acho que o Nico se destaca em todas as modalidades. Na capoeira, então, na época de Lima Duarte, o Mestre dizia que ele seria um dos melhores capoeiristas que já havia treinado. Mas ele não compete, e sim leva no jogo de luta, aplica vários golpes nas modalidades que pratica, na esquiva, movimentação”, explica Cláudio.

O conteúdo continua após o anúncio

Até o fim do ano, Nico ainda irá disputar três cinturões no kickboxing. Um deles será em luta deste sábado, contra o jovem David Espaguete, da Fênix Fight, na categoria até 35kg. Questionado sobre o entusiasmo com o evento, ele já responde como atletas adultos. “Eu espero conseguir aplicar o meu jogo para ter um bom resultado. Quando eu vou disputar o cinturão, fico mais motivado, com mais adrenalina”, conta Nico.

‘Quem luta não briga’

Organizada pelo Galpão da Luta, projeto social do sargento da Polícia Militar Luiz Bento, a Copa Kids tem como metas a interação dos jovens e famílias dentro e fora do ambiente das artes marciais. “Todo ano fazemos, na semana da criança, um evento e uma festinha na Praça CEU com pula-pula, doces, algodão doce, pipoca. A intenção é pegar os alunos do projeto social, além dos jovens de fora, e proporcionar a eles a capacidade e possibilidade de disputar um torneio infantil de kickboxing. As crianças lutam entre si, conquistando medalha, além dos cinco cinturões. É tudo voltado para as crianças e a interação delas”, explica Luiz Bento.

Irão participar atletas de 8 a 14 anos de Juiz de Fora e região, com crianças e adolescentes de Barbacena, Ubá e Três Rios (RJ). Todos terão equipamento de proteção individual com capacete, colete, caneleira, luva e protetor bucal. As lutas serão de três rounds de 1min30s cada. Não há mais possibilidades de inscrições. “É um evento voltado para a juventude. Como o nosso lema já diz, ‘quem luta não briga’.”

Tópicos: kickboxing



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia