Tópicos em alta: eleições 2022 / coronavírus / vacina / polícia / obituário

Um dia após empate, jogador do Tupi atua na várzea e é desligado do clube

Meia-atacante Vitinho, 34 anos, jogou 15 minutos contra o União Luziense no sábado, e teria atuado no futebol amador no dia seguinte


Por Bruno Kaehler

09/05/2022 às 17h44- Atualizada 09/05/2022 às 17h53

Não bastasse o noticiário policial que voltou a rondar o Tupi, diante da conclusão do inquérito aberto pela Polícia Civil com a suspeita de irregularidades na gestão do clube, a cúpula carijó recebeu uma notícia que também não contribuiu com o ambiente em campo, na preparação para o jogo contra o Aymorés, nesta quarta-feira (11), às 19h30, pela quarta rodada do Módulo II do Campeonato Mineiro. O meia-atacante recém-contratado Vitinho, 34 anos, teria sido visto em atuação no domingo (8) pelo futebol amador, um dia após o empate do Carijó em 0 a 0 com o União Luziense pelo Estadual. Após apuração do clube, o atleta acabou desligado.

À Tribuna, o diretor de futebol Adil Pimenta condenou a atitude. “Acho que não tem o que pensar. Uma pessoa demonstra que não tem comprometimento com o clube… é lamentável um atleta profissional com contrato fazer isso. O Tupi não está de mãos amarradas”, afirmou.

O conteúdo continua após o anúncio

Vitinho entrou no intervalo do jogo de sábado no Estádio Municipal, mas acabou sacado pelo técnico Ademir Fonseca 31 minutos depois, para a entrada de Willy. No dia seguinte, ele teria atuado no Campeonato Regional de Piraúba pelo time local, União de Piraúba, em duelo contra o Núcleo Esportivo São João Nepomuceno.

Vitinho em treino pelo Tupi no Estádio Salles Oliveira (Foto: Tiago Castilho / Tupi FC)

Por meio da assessoria, o clube confirmou, no fim da tarde desta segunda-feira (9), a saída do meia. “O Tupi Foot Ball Club comunica que o atleta Vitinho não faz mais parte do elenco Carijó. O clube ratifica sua filosofia de profissionalismo e comprometimento com a instituição”, informou em nota.

O Tupi soma quatro pontos neste Módulo II e é o oitavo colocado após três rodadas disputadas.

Tópicos: Módulo II / tupi

Os comentários nas postagens e os conteúdos dos colunistas não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir comentários que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia