Tópicos em alta: polícia / chuva

Disciplina de colégio aborda moda sustentável

As aulas fazem parte das ágoras, matérias de curta duração ofertadas trimestralmente aos alunos do João XXIII

Por Bárbara Riolino

31/08/2018 às 16h42- Atualizada 31/08/2018 às 16h43

Trabalhar a moda sob a perspectiva da sustentabilidade foi a proposta de uma das disciplinas extracurriculares ministradas neste trimestre aos alunos do ensino médio do Colégio de Aplicação João XXIII. Nesta sexta-feira (31), os 18 estudantes matriculados na ágora “Moda e diálogos” realizaram uma atividade prática, onde tiveram que captar referências e montar produções de moda dentro da temática, que deram origem a pequenos editoriais de moda, fotografados nas imediações da instituição. Ao longo de toda a semana, os adolescentes participaram de outras atividades, bem como aulas teóricas e vivências, como a visita a um brechó.

Composição criada por alunos da disciplina deram origem a editorial de moda (Foto: Divulgação/Colégio João XXIII)

A responsável por levar este conhecimento aos alunos é a professora de língua portuguesa e literatura da escola, Raquel Pinheiro, que também é especialista em moda, cultura de moda e arte. Para ela, trabalhar este conceito é uma questão urgente. “Dentro desta proposta, a ideia foi relacionar a moda ao mundo, como um olhar mais crítico, como algo que você pode fazer a diferença, e não é fútil, que faz pensar e movimentar a sociedade. Hoje há vários movimentos de moda que buscam essa reflexão. A moda precisa se ressignificar. Pudemos contar com parcerias bacanas aqui da cidade para falar a respeito disso aos nossos alunos”, ressalta.

A primeira atividade da ágora nesta semana foi uma roda de conversa com a idealizadora e autora do projeto “Moda sem sacola”, Isabela de Magalhães, uma revista online que trata do Slow Fashion, que nada mais é do que um movimento e uma alternativa sustentável à produção em massa, que vem ganhando força no mundo da moda. Outra ação prática foi a visita e o workshop de moda consciente no espaço Rata De Brechó. Encerrando a disciplina, a construção prática de moodboard flash – montagem de painéis de inspiração para construção de looks de uma coleção ou um editorial de moda – e realização da montagem de looks, com peças trazidas pelos alunos, e registros do editorial de moda.

O conteúdo continua após o anúncio

A primeira atividade da ágora nesta semana foi uma roda de conversa com a idealizadora e autora do projeto “Moda sem sacola”, Isabela de Magalhães, uma revista on-line que trata do slow fashion, alternativa sustentável à produção em massa, que vem ganhando força no mundo da moda. Outra ação prática foi a visita e o workshop de moda consciente no espaço Rata De Brechó. Encerrando a disciplina, a construção prática de moodboard flash – montagem de painéis de inspiração para construção de looks de uma coleção ou um editorial de moda – e realização da montagem de looks, com peças trazidas pelos alunos, e registros do editorial de moda.

“A gente sabe que nenhum conhecimento é absorvido de forma instantânea, mas espero que esta proposta possa trazer outros olhares, para que os estudantes façam as suas reflexões. Que partam do conceito generalizado da moda e sigam por outros caminhos, mostrando que na moda há pessoas fazendo coisas reais, construindo peças com coisas que iriam para o lixo. Durante a visita ao brechó, eles puderam entender como funciona e aprender truques para mudar uma roupa que eles têm em casa, sem precisar comprar nada”, destaca Raquel.

moda-4_João-XXIII moda-5_João-XXIII
<
>
Alunos do João XXIII visitaram brechó. (Foto: Divulgação/Colégio João XXIII)

As ágoras ofertadas pelo João XXIII consistem em uma modalidade de disciplinas de curta duração – carga horária de dez horas – oferecidas trimestralmente no período da tarde e de forma exclusiva aos alunos do Ensino Médio. Essas matérias abrangem diversos temas e estão disponíveis na instituição desde 2015. O objetivo é desenvolver o aluno, proporcionando um aprendizado diferenciado sobre temas que vão além dos tradicionais vistos em sala de aula. As aulas são ministradas por professores do colégio e também por técnicos, que dão auxílio para a complementação do desenvolvimento dos temas. Ao longo do ano, são oferecidas cerca de 20 ágoras em cada trimestre. O aluno deve optar por trêse cursá-las no ano. O termo “ágora” é sinônimo de praças públicas e faz uma referência à Grécia antiga. Nesses espaços eram realizadas assembleias do povo. No João XXIII, a nomenclatura faz uma analogia por promover um importante espaço de discussão entre os alunos.

Tópicos: educação

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia