Tópicos em alta: CPI dos ônibus / polícia / fé na estrada / reforma da previdência / bolsonaro

Situação dos abrigados na Casa de Acolhimento Estância Juvenil é debatida

A situação de vulnerabilidade dos jovens e adolescentes abrigados Casa de Acolhimento Estância Juvenil em Benfica será discutida em reunião realizada nesta quarta-feira (22), às 19h. Conforme relatos, os atendidos estariam envolvidos em casos de ameaça, furtos, uso de álcool e drogas, ficando boa parte do tempo ociosos. No entanto, coordenadores do projeto alegam que […]

Por Guilherme Arêas

21/03/2017 às 18h22- Atualizada 21/03/2017 às 18h48

A situação de vulnerabilidade dos jovens e adolescentes abrigados Casa de Acolhimento Estância Juvenil em Benfica será discutida em reunião realizada nesta quarta-feira (22), às 19h. Conforme relatos, os atendidos estariam envolvidos em casos de ameaça, furtos, uso de álcool e drogas, ficando boa parte do tempo ociosos. No entanto, coordenadores do projeto alegam que os menores não são infratores, mas estão em condições de vulnerabilidade devido ao afastamento de suas famílias.

O conteúdo continua após o anúncio

Na tentativa de encontrar uma solução, a Associação de Moradores do Bairro Benfica convocou a reunião. Foram convidados o diretor presidente da AMAC, João Batista da Silva e a chefe do departamento de proteção especial Alexandra Rossi de Oliveira, Gisele Zaquini supervisora de acolhimento institucional, representando a Secretaria de Desenvolvimento Social, o comandante da 173ª Cia da Polícia Militar, Capitão Ricardo França além do representante do Conselho Tutelar, Abraão Fernandes e os vereadores Cido Reis e João Kennedy, membros da comissão de Direitos Humanos e Defesa dos Direitos da Criança e Adolescente, respectivamente. A reunião será no Centro Pastoral, localizado à Rua Tomé de Souza, 195, no Bairro Benfica.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia