Criança que perdeu a mãe em acidente com Kombi está na UTI

Menino de 6 anos e mulher, 50, foram lançados para fora de veículo desgovernado

Por Sandra Zanella

14/02/2018 às 16h31 - Atualizada 14/02/2018 às 16h39

O menino de 6 anos que perdeu a mãe em um trágico acidente envolvendo uma Kombi na noite da segunda-feira de carnaval está internado na UTI do Albert Sabin nesta Quarta-feira de Cinzas (14), segundo informações do hospital. Detalhes sobre seu estado de saúde não foram divulgados. A criança foi atendida inicialmente no HPS, para onde uma mulher, 59, ferida na mesma ocorrência, também foi levada. Ela é mãe do condutor, 29, que escapou ileso. Já a cunhada do motorista, Daisy Lucide Santos de Souza, 50, não resistiu. A vítima e o filho foram lançados para fora do veículo, que teve a porta de trás aberta ao subir na calçada e chocar-se contra um poste de iluminação pública.

De acordo com informações do boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar, o motorista afirmou ter percebido falha nos freios após descer desgovernado o declive da Rua Anhanguera, no Guaruá, sentido à Avenida Antônio Miranda, na Vila Ideal. Ao verificar que sua velocidade não era reduzida, ele passou a conduzir de forma defensiva, contornando os veículos que iam na direção oposta. Após desviar de um buraco e de obstáculos na pista, a Kombi ainda teve um pneu traseiro furado. O homem decidiu virar na Francisco Valadares acreditando que conseguiria minimizar os riscos e reduzir a velocidade. No entanto, acabou batendo contra o meio-fio da calçada e, alguns metros à frente, chocou-se frontalmente contra o poste.

O conteúdo continua após o anúncio

Apenas ao parar o veículo e olhar para a parte traseira é que o motorista percebeu a porta aberta e que sua cunhada e seu sobrinho não estavam mais lá. Ao desembarcar, ele avistou o menino caído no chão chorando e a mulher desacordada. O Samu foi acionado para socorrer as vítimas, mas a mãe da criança teve o óbito constatado no local. Conforme a PM, o condutor foi submetido ao teste do etilômetro, que deu negativo para ingestão de álcool.

O homem foi conduzido para prestar declarações na 1ª Delegacia Regional, em Santa Terezinha. A perícia realizou os levantamentos no local do acidente, e o veículo foi removido para um pátio credenciado. O laudo que deverá ficar pronto em 30 dias pode apontar se houve falha mecânica.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia