Tópicos em alta: coronavírus / vacina / tribuna 40 anos / polícia / obituário

Coral Canta e Encanta se apresenta na escadaria da Câmara

O coral cantou Então é Natal, de Simone, Bate o Sino e Boas Festas, de domínio público, além de canções populares


Por Renan Ribeiro

12/12/2018 às 20h45

O conteúdo continua após o anúncio

As músicas de Natal mais tradicionais se misturaram a algumas das canções mais reproduzidas ao longo dos últimos anos no Brasil para formar o Canta e Encanta. O projeto levou, na noite desta quarta-feira (12), 140 crianças e adolescentes atendidos pelos Serviços de Convivência e Fortalecimentos de Vínculos (SCFV) dos Curumins da Amac à escadaria da Câmara. O coral cantou Então é Natal, de Simone, Bate o Sino e Boas Festas, de domínio público, e canções populares, como A Paz e Natal Todo Dia, da banda Roupa Nova. Letras mais recentes, como Trem Bala, de Ana Vilela, e Era uma Vez, de Kell Smith, também foram interpretadas pelos pequenos. As letras foram escolhidas pelo vínculo com o universo infanto-juvenil e foram ensaiadas com os participantes desde setembro. Participaram do evento crianças dos bairros São Benedito, São Pedro, Vila Olavo Costa, Santa Maria, Igrejinha, Vila Esperança e Santa Luzia.

Por meio do contato lúdico com as letras dessas canções, os Curumins trabalharam temáticas como convivência, valores, cultura de paz, amizade, amor, protagonismo, respeito, socialização e empoderamento. O projeto, que já acontece há 13 anos, coloca esses indivíduos como protagonistas, por meio da arte.  Quem passou pelo local teve uma mostra de todo o trabalho feito ao longo do ano, e teve a oportunidade de se deixar tocar pelo espírito natalino através do conjunto de vozes que se destacam na paisagem urbana, não só pela formação visual, mas pela capacidade de emocionar.

cantata3-marcelo cantata-2-marcelo cantata-marcelo cantata-3-marcelo
<
>
(Foto: Marcelo Ribeiro)

Tópicos: câmara municipal

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade pelo seu conteúdo é exclusiva dos autores das mensagens. A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros. Mensagens de conteúdo homofóbico, racista, xenofóbico e que propaguem discursos de ódio e/ou informações falsas também não serão toleradas. A infração reiterada da política de comunicação da Tribuna levará à exclusão permanente do responsável pelos comentários.



Desenvolvido por Grupo Emedia