Tópicos em alta: polícia / chuva

Febre amarela: Bruno Siqueira decreta situação de emergência em Juiz de Fora

Com medida tomada pelo prefeito, secretarias poderão ter ações integradas e ações mais ágeis para atender toda a região

Por Tribuna

12/03/2018 às 18h59- Atualizada 13/03/2018 às 09h25

O prefeito de Juiz de Fora, Bruno Siqueira (MDB), decretou, nesta segunda-feira (12), situação de emergência para febre amarela no município. O anúncio foi feito por meio das redes sociais. De acordo com o chefe do Executivo, a cobertura vacinal contra a febre amarela na cidade ultrapassou os 99% da população. Contudo, diante da busca de tratamento por cidadãos de toda a região da Zona da Mata, foi decidido, junto ao Governo do Estado, o decreto de situação de emergência no município. A medida, que acompanha a decisão da Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais, com emissão do mesmo decreto em cinco regionais de todo o estado, permite ações integradas de todas as secretarias para atender a população de forma mais rápida. Também beneficia o atendimento a moradores de mais de cem cidades da região, além de facilitar a aquisição de serviços e a contratação de profissionais.

Conforme publicação no Atos do Governo desta terça-feira (13), o decreto terá duração de 180 dias. Durante a vigência, todos os órgãos da Administração Direta e Indireta do município deverão promover as ações que lhes forem demandadas pela Secretaria de Saúde, em apoio às atividades necessárias ao combate a doença. Também fica liberado o remanejamento de servidores públicos e prestadores de serviço do município para atender às demandas prioritárias da Secretaria de Saúde, e autorizadas as contratações emergenciais que se fizerem necessárias, nos termos da Lei de Licitações (Lei nº 8.666/1993).

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG) na última semana, 108 óbitos haviam sido registrados em Minas pela doença. No total, havia 320 casos confirmados da doença no estado. Destes, 212 diagnósticos apontaram a ocorrência da febre amarela em pacientes vivos. Em Juiz de Fora, o número de casos da doença subiu para 23, com cinco mortes. Novo boletim deve ser divulgado nesta terça-feira. Na última semana, 18 municípios da região tinham casos confirmados da doença. No total, a região tem 51 casos, sendo 24 óbitos.

O conteúdo continua após o anúncio

Cobertura vacinal

O boletim epidemiológico da SES da última semana apontava cobertura vacinal acumulada de febre amarela em Minas Gerais em torno de 90%, com estimativa de que mais de 1,9 milhão de mineiros ainda não tinham se vacinado. O índice do estado estava pouco abaixo dos 95% preconizados pelo Ministério da Saúde, mas Juiz de Fora já superou a meta. Conforme a Secretaria de Saúde, a cobertura no município é de 99,76%.

A pasta ampliou o horário de vacinação nas 63 unidades básicas de saúde do município. Desde o último dia 5, todos os postos de saúde permanecem abertos no horário de almoço, das 11h às 13h, exclusivamente para vacinar quem ainda não foi imunizado. O objetivo é ultrapassar os 100% de cobertura vacinal, já que os dados incluem pessoas que se imunizaram novamente e moradores de outros municípios.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia