Tópicos em alta: cartas a jf / onça-pintada / dengue / polícia

Após tempestade, Defesa Civil registra mais 11 ocorrências

Nas últimas 24 horas, o órgão contabilizou 28 chamados, sendo 17 até às 18h

Por Tribuna

09/03/2018 às 11h14- Atualizada 09/03/2018 às 11h31

Após a forte tempestade que caiu no início da tarde desta quinta-feira (8) em Juiz de Fora, a Defesa Civil divulgou ter recebido mais outros 11 chamados de atendimento, no período entre 18h de quinta e 10h desta sexta-feira (9). Do total, quatro ocorrências foram registradas na região Sudeste, três na região Central e uma nas regiões Leste, Oeste, Sul e Nordeste. Nas últimas 24 horas, o órgão contabilizou 28 chamados, sendo 17 até às 18h. No período, a média de chuva registrada nos pluviômetros monitorados pela pasta foi de 12,48mm, sendo o maior índice registrado no Bairro  Naútico, Zona Norte, 46,85 mm.

Conforme a Defesa Civil, na Rua Nilza de Lourdes Fortes, no Retiro, um barranco caiu em um escadão, obstruindo o acesso. Uma casa foi atingida e interditada parcialmente. Apesar dos estragos, a Defesa Civil informou que a família não foi desalojada. A ocorrência foi encaminhada para a Secretaria de Obras realizar a desobstrução do escadão, o que deve ocorrer nas próximas horas.

O conteúdo continua após o anúncio

Na Vila Olavo Costa, um muro de contenção caiu, atingindo as paredes dos fundos de uma residência de dois pavimentos. A casa foi interditada parcialmente como medida de prevenção. Como na ocorrência no Retiro, não foi necessário desalojar os familiares.

Os demais chamados foram relacionados a queda de talude e muro, infiltração em parede, infiltração em piso, infiltração em muro de contenção, trinca em parede, rua danificada, ameaça de queda de muro de divisa, e ameaça de queda de talude.

Receba nossa
Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail



Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia