Juiz de Fora atinge meta de vacinação contra febre amarela

Levantamento da Secretaria de Saúde aponta que cobertura vacinal já ultrapassou meta do Ministério da Saúde. Apesar disso, ações de imunização vão continuar

Por Tribuna

09/02/2018 às 17h10

Juiz de Fora atingiu, na última semana, a meta de 95% de cobertura vacinal preconizada pelo Ministério da Saúde. Segundo levantamento da Subsecretaria de Vigilância em Saúde, o percentual acumulado de 96,87% foi alcançado no dia 2 de fevereiro. No entanto, as ações adotadas para ampliar a imunização continuam. O objetivo agora é ultrapassar 100% de cobertura, considerando que muitos moradores de outras cidades foram vacinados em Juiz de Fora e contabilizados no levantamento.

Por conta do novo objetivo, as ações de ampliação da cobertura vacinal continuarão acontecendo, conforme a Secretaria de Saúde. Agentes comunitários de saúde e de endemia continuarão visitando todas as casas de 25 bairros da cidade, elencados como áreas prioritárias por já terem ocorrências de macacos mortos com suspeita de febre amarela. A ação tem como objetivo verificar os cartões de vacinação de todos os moradores destas regiões e orientar aqueles que ainda não se vacinaram.

O conteúdo continua após o anúncio

Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, as orientações de vacinação continuam as mesmas: devem se vacinar pessoas com idade entre 9 meses e 59 anos e que não receberam nenhuma dose da vacina durante a vida. Idosos com mais de 60 anos e grávidas devem procurar orientação médica antes de se vacinar.

Dengue

Além de se vacinar contra a febre amarela, a pasta orienta a população a continuar se empenhando em eliminar os criadouros do Aedes aegypti, para evitar também casos de dengue, zika e chikungunya. Segundo informações do boletim epidemiológico divulgado nesta sexta-feira (9), as visitas de agentes de endemia para verificar focos do mosquito continuarão ocorrendo, mas a população deve fazer sua parte, verificando e eliminando possíveis criadouros do Aedes.



Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia