Tópicos em alta: delivery jf / coronavírus / lockdown / vacina / polícia / obituário

Em um dia, 43 ônibus são flagrados transportando passageiros em pé

Equipe da fiscalização autuou empresas responsáveis; situação é proibida por decreto de combate à pandemia em JF


Por Tribuna

08/04/2021 às 17h46

Agentes de transporte e trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana (SMU) flagraram 43 ônibus transportando passageiros em pé nesta quarta-feira (7) em Juiz de Fora. A ação faz parte da operação Fiscalização pela Vida, que abordou, no total, 411 ônibus nas vias da cidade na intenção de verificar a lotação dos veículos. O transporte de passageiros em pé é proibido por decreto municipal publicado em 15 de março voltado ao combate à pandemia. De acordo com a Prefeitura (PJF), as autuações dirigidas aos 43 ônibus que não respeitavam o decreto municipal foram enviadas para as empresas responsáveis pelo transporte coletivo urbano.

Além da fiscalização do transporte público, a operação também esteve em 17 estabelecimentos nesta quarta. Durante as vistorias foram emitidas duas diligências fiscais, oito termos de intimação, oito autos de infração e 27 notificações.

O conteúdo continua após o anúncio

A operação Fiscalização pela Vida é uma ação coordenada pela Secretaria do Governo com o objetivo de garantir o cumprimento das restrições impostas pela onda roxa do programa Minas Consciente em Juiz de Fora. A ação possui colaboração dos fiscais de posturas da Sesmaur; dos guardas municipais da Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania (Sesuc); dos agentes de transporte e trânsito da SMU e do Procon/JF.

Denúncias podem ser feitas pelo telefone

Denúncias de aglomerações, ou outras situações que desrespeitem o decreto vigente na cidade podem ser feitas pelo Whatsapp (32) 3690-7984, com atendimento 24 horas pelo envio de mensagens, ou pelos telefones da Vigilância Sanitária (32) 3690-7472, das 8h às 12h e das 13h às 17h; além do Whatsapp do Procon (32) 98463-2687 ou telefones fixos (32) 3690-7610 e (32) 3690-7611. Também é possível denunciar pelo número da Guarda Municipal, 153.

Tópicos: coronavírus

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é dos autores das mensagens.
A Tribuna reserva-se o direito de excluir postagens que contenham insultos e ameaças a seus jornalistas, bem como xingamentos, injúrias e agressões a terceiros.



Desenvolvido por Grupo Emedia